Lava toga! Léo Pinheiro entregou membros do Judiciário em sua delação premiada






O Antagonista apurou que Léo Pinheiro entregou membros do Judiciário em sua delação premiada, assinada com a PGR após dois anos de negociações.

O ex-presidente da OAS também confirmou o pagamento de propina nas reformas do sítio de Atibaia e do Triplex, e acrescentou detalhes de como bancada despesas da família de Lula.



Léo também falou do caixa 2 na campanha de Eduardo Paes para a Prefeitura do Rio, em 2012. Ao todo, o empreiteiro delatou 14 políticos de diferentes partidos – PT, PMDB, PSDB, PP e DEM.



A PGR não aceitou o acordo proposta pela família Mata Pires, acionista da OAS. Esse, aliás, foi um dos impasses. César Mata Pires, um dos donos, chegou a ser preso pela Lava Jato – e solto após fiança de R$ 29 milhões.



Em relação ao Judiciário, ainda não há detalhes. Em 2016, Rodrigo Janot cancelou as tratativas do acordo após matéria da Veja sobre uma reforma que a OAS realizou na mansão de Dias Toffoli.



O então PGR garantiu que não havia menção a Toffoli na delação do ex-presidente da OAS. Mas não explicou sua decisão.



Compartilhe e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;



"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"





Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Celso de Mello “sinaliza” que vai anular processo de Lula condenado pelo ex-juiz Sérgio Moro

Nos bastidores, a possibilidade de se alinhar a Gilmar e a Ricardo Lewandowski a favor do pedido do petista para derrubar a condenação ...


As mais lidas do dia..