Publicidade
Gilmar Mendes é denunciado por Raquel Dodge



Publicidade
--- ---






De acordo com recurso impetrado pela Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, a decisão do ministro Gilmar Mendes de ampliar o prazo para a produção de provas no caso da Dersa, tem um objetivo bem claro: garantir a impunidade do operador do PSDB.



A dilação do prazo vai possibilitar que Paulo Preto complete 70 anos antes do deslinde da ação. Isto acontecendo, por lei, o prazo prescricional para septuagenários é reduzido a metade, o que garantiria a absoluta impunidade do sujeito acusado de desviar 7,7 milhões de reais na obra do Rodoanel, em São Paulo.

A conclusão de Dodge é astuta, providencial e o recurso foi no cerne da questão.
A vigília tem que ser constante.


Anúncio



AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do JORNAL 21 BRASIL doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:



Basta clicar e se inscrever no canal, é simplis!

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Seja o primeiro a saber, click e participe do grupo, receba a próxima notícia no seu celular;




Anúncio Anúncio
--------------------------------------