Publicidade
Maduro já ta borrado, pede reunião com Trump para não entrar em guerra



Publicidade
--- ---








O chanceler da Venezuela, Jorge Arreaza, pediu nesta quarta-feira (27) em pronunciamento no Conselho de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas), em Genebra, que seja marcada uma reunião entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e Nicolás Maduro, para buscar uma saída para a crise que assola o país sul-americano. As informações são do jornal venezuelano El Universal.



"Voltamos a fazer esta denúncia [de agressão contra a Venezuela] e voltamos a abrir o caminho para o diálogo com os Estados Unidos", afirmou Arreaza. "Temos que parar esta guerra", acrescentou.

Ele mencionou que, em uma reunião do Conselho de Segurança da entidade, a delegação norte-americana se recusou a reconhecer seu apoio à Carta das Nações Unidas no que diz respeito "à rejeição do uso da força e da ameaça" contra a Venezuela. 



Arreaza também considerou que as sanções internacionais impostas com o objetivo de "derrubar um governo eleito" constituem uma violação das normas do Direito Internacional. 


Anúncio



AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do JORNAL 21 BRASIL doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:



Basta clicar e se inscrever no canal, é simplis!

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Seja o primeiro a saber, click e participe do grupo, receba a próxima notícia no seu celular;




Anúncio Anúncio --------------------------------------



Anúncio Anúncio