Mensagens roubadas de Moro seriam vendidas para o PT, diz Hacker


Publicidade



"As mensagens ‘roubadas’ do celular do ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, seriam vendidas ao PT. A informação é do advogado Ariovaldo Moreira."



O principal suspeito de comandar o esquema de invasão de celulares, Walter Delgatti Neto, queria vender as mensagens para o PT, disse em depoimento hoje seu amigo e também suspeito Gustavo Henrique Elias Santos, segundo o advogado Ariovaldo Moreira.

“O Walter disse para ele que a intenção seria, no momento em que mostrou as mensagens, que a ideia era vender para o Partido dos Trabalhadores. Meu cliente narrou que o Walter tem uma certa simpatia pelo Partido dos Trabalhadores”, afirmou o advogado após o interrogatório.

Segundo a Crusoé, Walter Delgatti Neto, confessou o seguinte; "A minha ideia é vender para o partido do trabalhadores."



Moreira disse que Gustavo falou apenas que havia uma intenção, mas que ele não sabe se de fato o material foi vendido ou entregue para alguém. Disse acreditar que isso aconteceu há três meses.

-Pensando aqui; Demorou! mas, o PT apareceu no crime como suposto comprador.

O investigado ainda não disse se as mensagens roubadas seriam uma encomenda para o PT. 

O Jornal Nacional exibiu cerca de 10 minutos e 35 segundos sobre o assunto.


Publicidade

Anúncio