Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Gilmar barra LavaJato comandado por Marcelo Bretas no Rio por uso de dados da Receita




"Gilmar parte pra cima de Marcelo Bretas"
Gilmar barra Lava Jato comandado por Marcelo Bretas no Rio por uso de dados da Receita

Com base na decisão de Dias Toffoli que suspendeu investigações abertas com dados do Coaf sem autorização judicial, Gilmar Mendes mandou parar um processo da Lava Jato no Rio de Janeiro sob a condução de Marcelo Bretas, informa o G1.





O juiz havia negado suspender o processo de Lineu Castilho Martins, réu por lavagem e corrupção, por considerar que as investigações foram abertas com dados da Receita. Mas Gilmar Mendes disse que a decisão de Toffoli também abarca esses casos.

Ex-chefe de gabinete no DER-RJ, Martins é acusado de receber propina de R$ 875 mil de empresa de tecnologia, contratada pelo órgão para monitorar o trânsito em vias públicas.





O dinheiro era recebido por meio de uma empresa subcontratada que tinha como sócios sua esposa e seu irmão.

O QUE HÁ DE NOVO