Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


STF derruba transferência de lula




Chega agora ao plenário da Câmara a informação de que a maioria do STF decidiu suspender a transferência de Lula para o presídio de Tremembé.

De pé, deputados aplaudiram Rodrigo Maia, que possibilitou que os parlamentares fossem ao STF para pedir a Dias Toffoli uma definição sobre o caso do ex-presidente.





Votaram por suspender a transferência e contra a liberdade os ministros Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Dias Toffoli. Votou contra o ministro Marco Aurélio Mello. 

O pedido foi inicialmente encaminhado ao ministro Gilmar Mendes, que submeteu ao presidente da Corte Dias Toffoli. O presidente decidiu colocar o pedido imediatamente na pauta do plenário. 






A defesa de Lula pediu nesta quarta-feira (7) ao STF liberdade ao ex-presidente até o julgamento de um habeas corpus pela Segunda Turma do tribunal. Caso a liberdade fosse negada, a defesa pedia que Lula fosse mantido preso em sala de estado maior (cela especial).

O QUE HÁ DE NOVO