Um canal do YouTube denominado Cactos Intactos acaba de colocar no ar um filme denominado “Operação Lula Livre”.
A tática sugerida para a obtenção do objetivo é o sequestro da filha do juiz em troca da libertação do “comandante”.

O canal tem apenas 42 inscritos.




O filme está no ar há duas semanas e já obteve quase duas mil visualizações. A grande maioria deu dislike e os comentários são todos depreciativos, alguns pedindo “cadeia” para os produtores.


Sem dúvida, uma verdadeira infâmia, com o claro objetivo de inflamar a torpe militância petista.
O canal Cactos Intactos descreveu o vídeo da seguinte forma:
Troca de reféns era artifício empregado pelos heróis da resistência à ditadura, com o propósito de resgatar combatentes da democracia dos porões da repressão nos anos 70. Não deveria ser diferente em tempos de bolsonazismo, ademais em se tratando do preso político mais importante do mundo, ao lado de JULIAN ASSANGE, segundo NOAM CHOMSKY: LULA. O filme OPERAÇÃO LULA LIVRE é uma elucubração fabulatória relativa à progressiva iminência desta eventualidade histórica.”





O nível da produção demonstra claramente que existe alguém financiando essa barbárie.
O próprio canal fornece a informação de que os atores tiveram pelo menos 5 meses de ensaio.
Essa turma não tem limites.
(Jornal da cidade online)

Veja o vídeo:

O "Jornal 21 Brasil" não exibirá o vídeo por entender que o conteúdo do "vídeo" é uma apologia a violência. 



Post a Comment

todos os comentários é de inteira responsabilidade do leitor

Postagem Anterior Próxima Postagem