.

JORNAL 21 BRASIL
Até senadores próximos de Davi Alcolumbre dizem ser impossível que o arquivamento de dois inquéritos para investigar supostos crimes eleitorais cometidos pelo atual presidente do Senado não tenha relação com o acordão em curso em Brasília.

Os inquéritos, que tramitavam no STF em razão do foro privilegiado do senador do Amapá, foram arquivados pela ministra Rosa Weber
— a decisão está publicada no Diário de Justiça de 31 de julho último.

O senador Alessandro Vieira, autor da CPI da Lava Toga, tem evitado comentar o fato de Davi Alcolumbre estar, nos bastidores, pressionando colegas a retirarem assinaturas.

“O trabalho de pressão está muito grande. A gente sabe que vários colegas estão recebendo todo tipo de pressão, mas não vamos citar nomes, vamos deixar que cada um deles se manifeste, para não aumentar o constrangimento”, disse Vieira.

Segundo o senador, “está claro que existe um acordão em Brasília” e que, em razão dele, a instalação da comissão será postergada o máximo possível.

Dias Toffoli, agradece!
Postagem Anterior Próxima Postagem