Publicidade
Alexandre Garcia desabafa: "É incrível pensar que tem gente torcendo pelo crime" O STF já decidiu isso, mas vai decidir de novo





É incrível, um tribunal decidir o mesmo julgamento que já foi julgado, mas para alguns Ministros que foram derrotados e não conseguiram êxito, insistiram tanto, que haverá outro julgamento, com o mesmo proposito do primeiro, "impedir que condenados sejam presos já em segunda instância".

Alexandre Garcia fala com exclusividade como funciona a justiça no Brasil, e também o que está acontecendo com o (PSL), e o presidente Jair Bolsonaro. 


Leia um trecho aqui;

"No Supremo, quinta (17) vai haver mais um julgamento sobre prisão em segunda instância. Se aprovado, o sujeito que for condenado em segunda instância, depois de ter o recurso negado, ele tem que ir preso.

O STF já decidiu isso, mas vai decidir de novo, são essas coisas da Justiça brasileira. Eles vão decidir sobre a decisão pretérita. Na maior parte dos lugares do mundo o sujeito que é condenado pelo juiz de primeira instância vai para a cadeia e depois recorre. Se o tribunal conceder o recurso, o sujeito sai da prisão.


Aqui no Brasil é diferente, o sujeito fica até o trânsito em julgado solto, que é até o fim, é até que não tenha mais chances. Paulo Maluf ficou 25 anos esperando para ser preso, agora ele está na prisão domiciliar. É uma coisa incrível a impunidade brasileira prevista em lei.

Fizeram o pacote anticrime para entre outras coisas acabar com a impunidade; pegar corrupto, traficante, assaltante com mais facilidade – porque todos eles têm muitos direitos – e no entanto até o Tribunal de Contas da União impede que o governo faça propaganda desse pacote.


O pacote quer combater o crime, conforme o compromisso do candidato Jair Bolsonaro na campanha eleitoral. O presidente ganhou 58 milhões de votos de gente que quer acabar com o crime, com a insegurança, com o medo, com os assaltos, com as balas perdidas, com os homicídios e sobretudo com a corrupção"

"Agora, a Advocacia-Geral da União vai entrar com um recurso no Tribunal de Contas da União para ver se resolve esse impedimento. É incrível pensar que tem gente torcendo pelo crime e vai contra o endurecimento das leis. Esse endurecimento nem é endurecimento, é uma lei normal. Aqui no Brasil as leis são tão fraquinhas que nós temos o reinado da impunidade."

Ouça mais um podcast de Alexandre Garcia por "Gazeta do povo" -PSL e prisão em segunda instância. 




Anúncio



AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do JORNAL 21 BRASIL doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio



Anúncio Anúncio
--------------------------------------