.






O condenado em segunda instância é o maior fator positivo que uniu a DIREITA novamente, "lula solto".

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou a prisão em Curitiba, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), na sexta-feira (8). Ele estava preso desde 7 de abril de 2018 na Superintendência da Polícia Federal (PF) e saiu do local por volta das 17h40, quando fez um discurso para a militância do partido.

Sua liberdade, aguardada desde a quinta-feira passada (7), teve, logicamente, ampla repercussão nas redes sociais durante o final de semana. Para avaliar qual foi o saldo virtual do petista, VEJA pediu à Sprinklr, que detém uma plataforma de gestão de canais digitais, um levantamento sobre como Lula se saiu entre os usuários do Twitter.


A análise, realizada com exclusividade, contabilizou 2,6 milhões de posts feitos das 10h de sexta-feira até 10h desta segunda (11). Em relação ao número de mensagens, 69,2% dos comentários foram desfavoráveis ao petista e, 30,8% deles, positivo. No chamado “alcance”, a medida que afere quantas vezes os perfis no Twitter tiveram contato com posts sobre Lula, obteve-se um número maior que 12 bilhões de vezes.

Por mim, se fosse pensar politicamente, é muito melhor o Lula solto. O Lula solto vai reviver aquele sentimento antipetista que reuniu todo mundo nas ruas para tirar Dilma Rousseff, mas muito maior”, declarou, Eduardo Bolsonaro, líder do PSL.

Deixe sua opinião

todos os comentários é de inteira responsabilidade do leitor

Postagem Anterior Próxima Postagem