Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Justiça ordena que Netflix retire do ar Especial de Natal do Porta dos Fundos




"Desembargador da 6ª Câmara Civil do Rio de Janeiro, Benedicto Abicair determinou, nesta quarta-feira (8), que o programa Especial de Natal do Portal dos Fundos seja retirado da lista de exibição da empresa de streaming Netflix. Como relator do processo, Abicair afirma que a retirada não é uma determinação de censura ao Porta dos Fundos e ao Netflix à produção batizada de “A primeira tentação de Cristo”.



O pedido de retirada foi elaborado pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, e havia sido negado em primeira instância e, posteriormente, em segunda instância pelo desembargador de plantão. Agora, o relator do processo mudou o entendimento. “As liberdades de expressão, artística e de imprensa são primordiais e essenciais na democracia. Entretanto, não podem elas servir de desculpa ou respaldo para toda e qualquer manifestação, quando há dúvidas sobre se tratar de crítica, debate ou achincalhe”, relatou.




Jesus gay e fuga para Moscou: 7 pontos para entender o ataque ao Porta dos Fundos
Na decisão, o magistrado cita o ataque à sede da produtora como motivo para "acalmar os ânimos". "O Judiciário deve, sempre, ao meu sentir, decidir de forma a evitar desdobramentos violentos, principalmente quando se vislumbra ânimos exaltados. Decisões, por vezes mais adequadas para aquele momento não são, eventualmente, as mais benéficas para a sociedade, ou para parcela significativa desta", escreveu.

""Afigura-se legítima a outorga de tutela judicial contra a violação dos direitos de personalidade, especialmente do direito à honra e à imagem, ameaçados pelo exercício abusivo da liberdade de expressão e de informação”, afirmou o desembargador."

O QUE HÁ DE NOVO