Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Secretário que pede a Bolsonaro para retirar de Moro Segurança é petista, contrário ao porte e posse de armas



O Secretário que pede a Bolsonaro para retirar de Moro, a Segurança Pública, é petista, contrário à regulamentação do porte e da posse de armas. 

Como falamos ontem (leia aqui), representantes de 21 unidades reuniram na residência oficial do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. Ali eles alinharam o discurso, planejaram tudo na tentativa de convencer Jair Bolsonaro a retirar de Moro, a pasta da Segurança Pública na reunião que aconteceu mais tarde no palácio do Alvorada.
O Antagonista denunciou que além de Rodrigo Maia e do governador Ibaneis Rocha, o secretário de Segurança que comandou a reunião é petista aliadíssimo do governador Rui Costa, um critico forte ao governo Bolsonaro e tem assumido o protagonismo nos bastidores.

Abra os olhos Bolsonaro. 

O QUE HÁ DE NOVO