Publicidade
A casa do PT caiu, confusão na CPMI das Fake News; sócio da Yacows confirma que fez disparos para o PT





CPMI das Fake News


sócio da Yacows, Lindolfo Antônio Alves Neto, confirmou as palavras do cidadão Hans River, que detonou o partido dos trabalhadores (PT), quando disse em depoimento a CPI das Fake News, que tinha feito disparos em massa para Henrique Meirelles e Fernando Haddad em 2018. 

Lindolfo Antônio Alves Neto confirmou em depoimento hoje, (19), que sua empresa fez disparos via WhatsApp para os candidatos citados acima..


"Pelo que já disponibilizamos a lista de clientes, temos o Henrique Meirelles. Ciro Gomes não me recordo de absolutamente nada e não está na lista. Fernando Haddad é um caso específico, porque uma agência que acredito que faça campanha para ele, já utilizava a plataforma e utilizou nossa ferramenta. Logo, diretamente não foi feito. Indiretamente, sim", disse.

Os petistas entraram em pânico para saber se a empresa também fez campanha para Jair Bolsonaro — não houve resposta.

Lindolfo, disse que a AM4, fez a campanha de Jair Bolsonaro, utilizou a plataforma da empresa para fazer disparos eleitoral pelo WhatsApp.

"Ela contratou a BookService, num plano de 20 mil disparos, envios de mensagens, no qual utilizou apenas 900", disse o empresário, respondendo ao deputado Rui Falcão.

Continua..[  ]  

Só importante frisar que nossa plataforma não fez disparos de fake news”, disse Lindolfo Antônio Alves, na CPI das Fake News, em reposta a pergunta da deputada Luiziane Lins (PT-CE), que queria a todo custo ouvir de Lindolfo acusações a Jair Bolsonaro.

O desespero 

 Lindolfo também confirmou que a empresa fez propaganda eleitoral para o deputado Rui Falcão.


"A empresa fez envios, sim", disse, respondendo a deputada Caroline de Toni (PSL) na CPI das Fake News.


Uma grande confusão começou! 

Assista;




Rui Falcão admite que o partido dos trabalhadores (PT) fez disparos em massa via WhatsApp.

Assista;


Anúncio



AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do JORNAL 21 BRASIL doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio



Anúncio Anúncio
--------------------------------------