Anúncio
100% digtal
Publicidade

Anúncio

Talvez você tenha perdido

Continuar depois da publicidade

DESTAQUE DA SEMANA

Bolsonaro tem aprovação de 53% da população, mostra pesquisa

 A aprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro é de 53,1% das pessoas consultadas na pesquisa realizada pelo Instituto Terra Brasil Pe...

Dois ministros do STJ delatados por Sergio Cabral e várias pessoas com foro privilegiado



O ex-governador do Rio de Janeiro, já foi sentenciado mais de 200 anos de cadeia, ele não tem nada a perder. Em 20 anexo, o ex-governador contou ao delegado Bernado Guidali, um boa parte dos seus crimes com muita gente graúda envolvida por debaixo do pano.


Sérgio Cabral, delatou dois ministros do Superior Tribunal de Justiça "STJ", em acordo como Ministério Público Federal, mesmo enfrentando resistência do PGR, Augusto Aras ,que quer anular o argumento do delator. 

Segundo a revista eletrônica Crusoé, Sérgio Cabral, revelou as tramoias envolvendo dois ministros do STJ, "Napoleão Nunes Maia e Humberto Martins".  

O ex-governador também delatou pessoas com foro privilegiado. 

Em sua delação, Sérgio Cabral afirmou que a contratação do escritório do filho de Humberto Martins teria por finalidade obter uma decisão favorável de Napoleão Nunes Maia Filho. Cabral disse ainda que tem mais ministros envolvidos em seus crimes.

Com informações de Crusoé

-STF em estado de alerta!

Veja também; Papa Francisco leva invertida de Bolsonaro; "A Amazônia é nossa, não é como o Papa tuítou ontem, não, tá?

Deputado petista sabia da gravidade da testemunha, tentou fazer que a sessão fosse fechada sem a imprensa