Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Guti no (PSD) ou (MDB), mostra força de Rodrigo Tavares (PRTB)



Guti, atual prefeito da cidade de Guarulhos-SP, filiado ao PSB, partido esquerdista que é oposição ao Governo Federal, já não esconde que irá pular a cerca pela 3ª vez. Trata-se de um político imaturo e muito novo, depois de abandonar o MDB, abandonar o PV, ter o mandato cassado, agora chegou a vez de abandonar o PSB rumo ao PSD ou de volta ao MDB, segundo jornalistas guarulhenses.


A infidelidade do prefeito Guti já é conhecida na cidade de Guarulhos-SP, e a forma mimada como faz política, também.  Falta-lhe repertório para realizar as discussões internas do partido, e quando o jogo engrossa, pega a bola e vai embora do play, deixando os parceiros na mão.

No âmbito municipal, no PV foi infiel e acabou expulso, e foi condenado a pagar valores à executiva. Há quem diga que lá não passa nem na porta. Já, Unaldo Santos, sabe o preço que pagou por bancar o síndico mirim, bem como a paga que esse lhe deu. Ainda deixou Eduardo Soltur (vereador na cidade) na mão na campanha para Deputado, o lançando na jaula dos Leões quando  o registro de candidatura dele foi indeferido. Agora atropelou o próprio Soltur indo direto na nacional do partido falar com Kassab (Presidente do PSD) dando um chega pra lá no antigo cacique municipal.  

Já no âmbito estadual,  Guti acaba de trair Márcio França do PSB, seu mentor político e padrinho e único que lhe estendeu a mão,  e como todo socialista caviar tenta maquiar sua face obscura. Tenta se aproximar do centro no aspecto partidário,  mas falta-lhe entendimento político. 

Após o prefeiturável  Rodrigo Tavares (PRTB), que ocupa o lugar que construiu junto a Direita, começar a se manifestar nas redes sociais e subir nas pesquisas e enquetes locais, e tendo em vista o sucesso do Governo Federal, e o apoio eminente do vice presidente da República Hamilton Mourão, sem contar que foi o candidato da coligação Bolsonaro/Mourão na candidatura para o Governo de São Paulo-SP, Guti se desesperou e tenta a todo custo se aproximar do governo federal. Mas como todo em lobo em pele de cordeiro, erra feio. E por 3 motivos:

1. O Pior inimigo do Governo Federal não é a oposição, e sim o CENTRÃO. Que com maioria de votos na Câmara dos Deputados impôs goela abaixo o aumento do Fundo eleitoral e enxugou a PEC da Previdência para não reeleger Jair Bolsonaro em 2022;

2. Kassab, é acusado na Lava Jato: líder do partido é investigado por recebimento de vantagens indevidas e de prestação de informações falsas para fins eleitorais. As fontes das denúncias são declarações de dirigentes da empresa JBS. E todos sabem a história do MDB...

Na Justiça de São Paulo, ele é réu por improbidade administrativa porque teria recebido R$ 21 milhões da Odebrecht em caixa 2. O dinheiro teria, inclusive, ajudado a criar o PSD. A Justiça determinou o bloqueio de bens do ex-ministro.

3. O PSD é aliado de primeira hora do PSDB no Estado de SP e por lá tem muito espaço. Kassab é secretário da casa civil, afastado.  Kassab e Rodrigo Garcia (DEM), tem íntima amizade. Rodrigo Garcia também tem íntima amizade com Fran Correa. São compadres. Guti ao ir para o PSD colateralmente coloca sua vida partidária nas mãos do Governo do Estado. Será que o PSD deixará a base do Governo do Estado por Guti. Será que o PSD, se pressionado, dará legenda a Guti? Será que Fran Correa tem força com o Governo do Estado para não dar a legenda a Guti?


O fato é que com o avanço de Rodrigo Tavares (PRTB) na raia da direita, faz com que Guti troque os pés pelas mãos, não se aproxima ao Governo Federal por se aproximar do centrão e coloca seu futuro nas mãos do Governo do Estado.


Sim, na cidade de Guarulhos existe uma polarização entre Guti (atualmente PSB e possivelmente Centrão) com Rodrigo Tavares (PRTB), e legitimamente Direita, Conservador e Cristão. 

O QUE HÁ DE NOVO