Publicidade
Inaceitável; Rodrigo Maia fala sobre "Parlamentarismo" em embaixada na Espanha e quer impedir movimento do povo brasileiro






O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, passou de todos os limites. -Maia se debruçou sobre um tema inaceitável, enquanto discursava na Espanha. O tema central já é debatido aqui no Brasil, o "parlamentarismo". 


Leia o que diz, "Paulo Eneas", em Crítica Nacional.


"Em uma atitude inaceitável para quem ocupa a chefia de um dos poderes da República, o deputado Rodrigo Maia participou no último dia 22/02 de um evento na Embaixada da Espanha no Brasil juntamente com outras representações estrangeiras, e que teve como um dos temas o parlamentarismo. Obviamente que uma discussão teórico-conceitual sobre parlamentarismo e outras formas de sistema de governo não representa em si qualquer problema.
Mas no momento em que o chefe de um dos poderes da República está pessoalmente empenhando, como já verbalizou amplamente, em passar por cima da Constituição Federal e da vontade soberana do povo, e promover um esvaziamento do Poder Executivo para adotar ilegalmente o que vem sendo chamado de parlamentarismo branco, sua participação nesse tipo de evento se reveste de uma gravidade sem paralelo.
Pois pela primeira vez em décadas estamos assistindo ao chefe de um dos poderes da república encetando conversações com autoridades estrangeiras em torno de uma pauta que é um claro atentado às instituições e ao ordenamento institucional brasileiro.
Ao agir desta maneira, Rodrigo Maia outra vez mostra não possuir a estatura política necessária para chefiar um dos poderes da república, uma vez que falta a ele o pré-requisito básico para esse exercício, que é o compromisso de respeitar a harmonia e a independência dos três poderes.
O caráter golpista da tentativa empreendida por Rodrigo Maia de tentar ilegalmente esvaziar de poderes a Presidência da República por meio do sequestro de parcela expressiva do orçamento federal foi reconhecida até mesmo por um senador francamente oposicionista: Randolfe Rodrigues reconhece que a derrubada dos vetos do Presidente representaria na prática a implantação do parlamentarismo. O mesmo parlamentarismo que Rodrigo Maia aspira e sobre o qual foi falar a respeito com autoridades estrangeiras".

Rodrigo Maia é um dos contra a manifestação que acontecerá dia 15 de março.  

Maia, recebeu uma mensagem de aliados pedindo para que agisse com cautela sobre à notícia de que Jair Bolsonaro havia compartilhado um vídeo convocando a sociedade para para manifestações do dia 15 de março, informa a Crusoé.


"Se colocasse gasolina na fogueira, agiria como Bolsonaro. A tensão no ambiente político é o ‘novo normal’ desde que Bolsonaro é presidente da República. Tudo que ele precisa é manter a disjuntiva velha política x nova política", disse um aliado do presidente.

Jair Bolsonaro precisa ter mais cuidado com esses aliados que passam informações de ambos os lados, o famoso leva e traz.  



E mais;  Vazou para a Crusoé; Maia recebe mensagem para não mexer com Bolsonaro, "os generais estão de olho"


Depois da repercussão negativa, o twitter foi retirado do ar, mas, como bom brasileiro, Segui o print.

"Reunião na @EmbEspBrasil 🇪🇦 com @RodrigoMaia, Pte.@camaradeputados 🇧🇷+23Embaixadores e 4 grandes matérias: democracia, parlamentarismo,futuro do 🇧🇷Brasil e desenvolvimento sustentável. Desejamos-lhe uma Boa visita e bom travalho na #Espanha.@MAECgob @Itamaraty_ES @RedeGlobo @UOL https://t.co/4xnle0AQfk

— EmbajadaEspañaBrasil (@EmbEspBrasil) February 22, 2020"







Assiste;

 

AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do DENÚNCIA POLÍTICA doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Anúncio

----

Anúncio




Anúncio