Publicidade
Dias Toffoli deixou claro que se a massa bolsonarista avançar o "STF" tem instrumentos para lidar com a situação e vai usá-los"




O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, chamou o general Luiz Eduardo Ramos para um jantar na sua casa para tratar assuntos relacionados ao dia 15, que ficou conhecido nacionalmente como o dia do "foda-se".


"Segundo o jornalista, Robson Bonin, comentou em Veja, Toffoli disse que se a massa bolsonarista avançar, o STF tem instrumentos para lidar com a situação e vai usá-los".
Toffoli, disse ao general que sofreu pressões dos colegas ministros da Corte para bater em Bolsonaro no episódio da convocação do dia 15.

Em uma notinha divulgada pelo ministro, Dias Toffoli deu a entender que será a última vez que tolera o ato de Bolsonaro.

O ministro da Corte Suprema não entende nada de democracia, aconselho ler o comentário do respeitado jornalista "Alexandre Garcia" em Gazeta do povo. Lá, Garcia dá uma aula sobre "democracia".

E mais; Dias Toffoli (STF) resolve tentar intimidar o dia do "foda-se" 15  "Tem que ver limites" em Rádio gaucha

Anúncio



AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do JORNAL 21 BRASIL doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio



Anúncio Anúncio
--------------------------------------