Publicidade
Por 398 votos a 2, Congresso mantém veto "52" aos R$ 30 bilhões




Acabou o mi mi mi.

O "foda-se" do general Augusto Heleno funcionou.

A Câmara manteve, por 398 votos a 2, a primeira parte do veto 52, de Jair Bolsonaro, à Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Neste caso, como a casa decidiu pela manutenção do veto "52", os senadores foram dispensados de votar. 


O mais importante é que o trecho mantido é exatamente o criticado pelo senador Major Olímpio, que trata sobre os R$ 30 bilhões das emendas impositivas.

Com o veto mantido, os R$ 30 bilhões voltam ao governo federal.

Assim que Jair Bolsonaro foi ao Twitter ontem, Davi Alcolumbre deixou para hoje terça-feira (4), a votação do veto "52" de Jair Bolsonaro na esperança de derrubá-lo. 

Como foi dito ontem pelo presidente Bolsonaro, (leia aqui), não houve qualquer acordo de negociação em cima dos 30 bilhões como está sendo propagada por sites e blogs esquerdistas.

Leia a nota do presidente dita ontem a tarde e questionada por esquerdista

Bolsonaro tem razão.


"Não houve qualquer negociação em cima dos 30 bilhões. A proposta orçamentária original do Governo foi 100% mantida- Com a manutenção dos vetos está garantida a autonomia orçamentária do Executivo- O PL encaminhado hoje preserva a programação original formulada pelo Governo".


acabou o mi mi mi.

O "foda-se" do general Heleno e a pressão nas redes funcionou. -Imagine como será o dia 15.

Anúncio



AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do JORNAL 21 BRASIL doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Naõ confie no Facebook. Compartilhe e alcance mais pessoas;



Anúncio
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio



Anúncio Anúncio
--------------------------------------