Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


CELSO DE MELLO SUSPENDE JULGAMENTO SOBRE DEPOIMENTO DE BOLSONARO POR ESCRITO








O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, relator do inquérito sobre as acusações de Sergio Moro sobre suposta interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF), determinou a exclusão de pauta de julgamento o recurso apresentado pela Advocacia-Geral da União (AGU) para que o presidente da República preste depoimento por escrito, e não presencialmente, como foi determinado pelo decano.


A análise do caso começaria no próximo dia 2, por decisão do ministro Marco Aurélio Mello — que assumiu o inquérito ao longo da licença médica de Celso.


Relator do caso, Celso de Mello quer discutir o assunto numa sessão normal do plenário, em julgamento por videoconferência transmitido ao vivo pela internet. Até lá, os advogados de Moro deverão contestar o recurso em que a AGU, que faz a defesa de Bolsonaro, pede o depoimento por escrito.


O QUE HÁ DE NOVO