Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Pacote com substância que pode matar é enviado a Trump

 


"Ela mata ao interferir no metabolismo celular"


De acordo com policiais, um pacote contendo uma substância tóxica ricina e endereçado ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi interceptado pela polícia no início desta semana. O envelope foi enviado do Canadá, apurou a agência Reuters. O Serviço Secreto investiga. 


A ricina é um composto altamente tóxico extraído da mamona e que é usada por terroristas. Ela mata ao interferir no metabolismo celular, o processo químico mais básico para sustentar a vida.


Dois testes foram feitos para confirmar a presença de ricina. Toda a correspondência encaminhada à Casa Branca é classificada e filtrada em uma instalação externa.


Perguntado pela Reuters, o FBI afirmou que a agência e “parceiros do Serviço Secreto dos Estados Unidos e do Serviço de Inspeção Postal dos Estados Unidos estão investigando uma carta suspeita recebida em uma instalação de correio do governo dos Estados Unidos. No momento, não há nenhuma ameaça à segurança pública”.

O QUE HÁ DE NOVO