Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Celso de Mello libera recurso de Bolsonaro para julgamento "depoimento por escrito"

 



O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou para ser pautado o recurso da AGU que pede para que Jair Bolsonaro preste depoimento por escrito no inquérito que apura a suposta interferência do presidente na Polícia Federal, apontada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

A liberação foi feita na manhã desta segunda-feira. A partir de agora, caberá ao presidente da Corte, ministro Luiz Fux, marcar a data do julgamento.

A AGU questiona a decisão do decano que determinou a realização de uma oitava presencial com Bolsonaro. O pedido será apreciado pelo plenário telepresencial do Supremo. O caso estava marcado para ser julgado no plenário virtual, mas foi retirado de pauta por Celso de Mello na semana passada.

O QUE HÁ DE NOVO