Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Celso de Mello vota para que Bolsonaro preste depoimento presencial




O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, suspendeu o julgamento sobre como será o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no inquérito das acusações do ex-ministro Sergio Moro de suposta interferência na Polícia Federal pelo chefe do Executivo.


A decisão de Fux foi tomada após o voto de Celso de Mello, favorável ao depoimento presencial de Bolsonaro. O presidente da Corte não informou quando o julgamento será retomado.

Foi a última sessão no plenário de Celso de Mello, que se aposenta no dia 13. Ele foi o único a votar e o próximo será Alexandre de Moraes.


A data da retomada do julgamento ainda está indefinida.

O QUE HÁ DE NOVO