Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Vazou! ministros combinaram voto antes de votar, Gilmar só pautou porque estava tudo combinado, diz jornal

 




A turma de Gilmar Mendes ainda não engoliu a derrota deste domingo.



Ministros do STF segundo a Folha de S. Paulo, podem “inviabilizar o plenário” do STF, caso discordem das pautas do presidente do Supremo, "Luiz Fux" e prometeram “se opor a medidas administrativas defendidas pelo presidente do Supremo”.


Leia aqui um trecho da Folha; 


"Em conversas reservadas, ministros falam em “inviabilizar o plenário” caso discordem da pauta encampada por Fux e ameaçam se opor a medidas administrativas defendidas pelo presidente do Supremo.

Fux divergiu do relator, ministro Gilmar Mendes, e votou na noite deste domingo (6) para declarar inconstitucional a recondução de parlamentares no comando das Casas dentro da mesma legislatura".


Os magistrados defenderam que a Constituição é clara ao vetar a reeleição e formaram maioria contra o entendimento de Gilmar, que atropelava a Carta ao interpretar a vedação à recondução como uma autorização à medida.


Continua; 


"O maior problema, segundo três ministros ouvidos pela Folha em caráter reservado, é que, diferentemente de Fachin, Fux e Barroso haviam se comprometido a acompanhar Gilmar, que liberava a recondução de Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Rodrigo Maia (DEM-RJ) nas presidências do Senado e da Câmara, respectivamente."


E pode ministro combinar voto? -É só uma pergunta


Veja, texto da Folha;




O texto diz ainda que o ministro Gilmar só teria pautado a matéria porque tinha certeza que contava com a maioria dos ministros do Tribunal. 


Já o ministro Barroso diz que não combinou nada. 


A pressão popular deu certo. 


Leia mais; Um racha no STF, ministros do bloco de Gilmar se dizem  “traídos e expostos” e que a gestão de Fux acabou

O QUE HÁ DE NOVO