destaque!

Veja-se na sua velhice aqui, Bolsonaro e companhia já aderiram a brincadeira

De políticos, como Flávio Bolsonaro, até celebridades, como Xuxa, milhares de pessoas se renderam à mais nova febre da internet: envelh...

Enquanto Moro condena na "LAVA JATO" STJ solta no tribunal

(Sem Deus não há vida, sem família não há base para nada...)



Por; Rosinaldo Pereira



Enquanto Moro condena na "LAVA JATO"   STJ solta no tribunal 


Enquanto Moro condena na "LAVA JATO"   STJ solta no tribunal

Enquanto Moro condena na "LAVA JATO"   STJ solta no tribunal 




Juiz federal Sergio Moro, relator da Operação Lava Jato na primeira instância, em Curitiba, condenou o ex-gerente da Petrobras Luiz Carlos Moreira a 12 anos de prisão, por três crimes de corrupção passiva e um de lavagem de dinheiro, determinando que ele deve ficar preso enquanto aguarda julgamento de recurso.

Na sentença publicada hoje (20), Moro também determinou a prisão preventiva da dupla de lobistas Jorge Luz e Bruno Luz, ambos apontados pelos investigadores como operadores do PMDB. O primeiro foi condenado a 13 e oito meses por dois crimes de corrupção passiva e seis de lavagem de dinheiro. 

O outro foi absolvido da corrupção passiva, mas pegou seis anos e oito meses por seis crimes de lavagem.



Jorge Luz e Bruno Luz foram presos em fevereiro deste ano, nos Estados Unidos, em decorrência da Operação Blackout, 38ª fase da Lava Jato. O ex-gerente da Petrobras Luiz Carlos Moreira foi preso nesta sexta-feira pela Polícia Federal (PF), no Rio de Janeiro, sendo acusado também de destruir provas.

veja também; 
LULA ESPALHA PELO BRASIL; "A Polícia Federal e o Ministério Público da Lava Jato mentiram"




O processo é decorrente das investigações sobre o pagamento de propina no âmbito da Área Internacional da Petrobras, à época dirigida por Nestor Cerveró. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), os desvios de ao menos US$ 15 milhões foram feitos em contratos do navio-sonda Vitória 1000, firmados entre a Petrobras e Grupo Schahin.


Já a Sexta Turma do STJ decidiu soltar Carlos Arthur Nuzman, informa Lauro Jardim. O ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil está preso no Rio desde o início deste mês. Ele é acusado pelo MPF de participar de um esquema de compra de votos para a escolha do Rio como sede da Olimpíada de 2016.











Seguir no twitter;

Continue lendo e deixe seu comentário....


-A esquerda quer nos calar! não deixe que isso aconteça, curta nossa página...


Deixe seu comentário aqui!


  • APÓS COMENTAR, VOLTE PARA CAPA
  • Compartilhe Agora




    Patrocinado por AnunciAD