sob proteção policial 24 horas por dia, Marcelo Bretas diz "Não sou ingênuo de achar que nada vai me acontecer"

Por; Rosinaldo Pereira /colunista

Sob proteção policial 24 horas por dia, Marcelo Bretas diz “Não sou ingênuo de achar que nada vai me acontecer”


Não sou ingênuo de achar que nada vai me acontecer




Os principais magistrados da operação Lava Jato vivem sob escoltas ou já relataram ter sido ameaçados; uma pesquisa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aponta que 6 em cada mil magistrados estão sob ameaça no Brasil; o juiz Sérgio Moro recebe proteção diária de agentes de segurança.



“Responsável pela Lava Jato no Rio, o juiz da 7.ª Vara Federal Marcelo Bretas vive sob proteção policial 24 horas por dia. O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, recebe proteção diária de agentes de segurança. 


O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), também ganhou reforço na segurança pessoal e para sua família depois de revelar, em março, que tem sofrido ameaças. Após o relato, presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, autorizou o aumento do número de agentes para escolta permanente de Fachin e encaminhou ofício para todos os colegas do Supremo sobre a necessidade de reforço na segurança. Fachin é o único ministro do STF que já pediu aumento na proteção pessoal. 



 Em entrevista a Miriam Leitão, o juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio, disse; Não sou ingênuo de achar que nada vai me acontecer.






Continue lendo....