Sergio Moro aceitou ser ministro para não depender das “jurisprudências” do STF, "O Supremo no seu devido lugar"





Sergio Moro aceitou ser ministro para não depender das “jurisprudências” do STF


 

"O Supremo no seu devido lugar"


Se o Congresso, por exemplo, decidir mudar a lei, deixando claro que “trânsito em julgado” é a sentença em segunda instância, o que é perfeitamente constitucional, caberá ao STF cumprir a legislação e ponto final.

Com um Executivo forte, transparente e legitimado pelo voto e um Legislativo honesto e cumpridor dos seus deveres, o Supremo será colocado no seu devido lugar.


-Para colocar o STF no seu devido lugar, é preciso afastar alguns ministros, o caminho legal é o impeachment. Senadores a bola está com vocês.

E mais; Bolsonaro vai extinguir ‘TV Lula’


Compartilhe e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;





>> CLICK AQUI E VEJA, VEM AÍ A PAUTA EXPLOSIVA DO STF..

"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"




Eis o que Dias Toffoli pensava sobre prisão em segunda instância (antes de Lula ser preso)

>

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Celso de Mello “sinaliza” que vai anular processo de Lula condenado pelo ex-juiz Sérgio Moro

Nos bastidores, a possibilidade de se alinhar a Gilmar e a Ricardo Lewandowski a favor do pedido do petista para derrubar a condenação ...


As mais lidas do dia..