Uma página a serviço do Brasil:

O rei da cocada preta ataca Paulo Guedes e Bolsonaro




"O rei da cocada preta"


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a ideia apresentada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro Paulo Guedes de uma moeda única entre Brasil e Argentina. Maia questionou se a medida não desvalorizaria o real e traria a inflação de volta ao Brasil.  Bolsonaro e Guedes estiveram reunidos com empresários argentinos nesta quinta-feira em Buenos Aires, onde anunciaram a proposta.



"Será? Vai desvalorizar o real? O dólar valendo R$ 6,00? Inflação voltando? Espero que não", afirmou Maia em seu perfil noTwitter.

Viu isso? Conheça as diferenças entre as economias de Brasil e Argentina

A moeda argentina, o peso, tem sofrido forte desvalorização frente ao dólar nos últimos meses, diante da crise econômica que se abateu no país. A cotação atual é de US$ 1 para cada 45 pesos. A inflação disparou e a previsão é que chegue a 40% este ano na Argentina.


Para tentar contornar a crise, em abril o presidente argentino Mauricio Macri anunciou um congelamento de preços para 60 produtos da cesta básica e tarifas de serviços públicos.

Conta em dólar: BC quer implementar sistema no Brasil. Saiba como funciona na Argentina

No Brasil, a inflação está em patamar bem mais baixo . Em maio, ficou em 0,13%, o menor resultado para o mês desde 2006. O real, por sua vez, se valorizou este ano frente ao dólar e está cotado a R$ 3,883 . 

Em Buenos Aires, Bolsonaro chegou a dizer que o 'peso real', como vem sendo chamada a moeda, seria um primeiro passo para a construção de um "sonho de ter uma moeda única no Mercosul" . Ele citou a experiência do euro, moeda usada em parte dos países da União Europeia, e disse que apoiava a ideia, de autoria de Paulo Guedes.


Compartilhe e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;



Deixe sua opinião, é muito importante:

Uma página de Direita, tudo sobre Moro e Bolsonaro:











Notícias Relacionadas

  • Volte para capa e leia mais >>>>> Leia mais...

  • .Direto da Fonte, com Rosinaldo Pereira

    .O lado oculto da política