.






O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, tem sido uma espécie de socorrista daqueles que tem medo de ver o sol nascer quadrado.

Leia a nota de O Antagonista; "OAB pede a Gilmar blindagem de mais um advogado lulista"



Depois de conseguir anular busca realizada no escritório de José Roberto Batochio, que advogou para Lula, a OAB pediu a Gilmar Mendes para livrar da Lava Jato Pedro Serrano, lulista de carteirinha.

A força-tarefa apura se ele cometeu obstrução de Justiça por ter se reunido com José Eduardo Cardozo em fevereiro de 2015, para tentar barrar o envio de provas da Suíça contra a Odebrecht.

A OAB afirmou que a atuação dele no caso ocorreu “no exercício regular, legítimo e ético da advocacia”, pois considerava que ilegais a obtenção das provas pelo Ministério Público.

Naquele mesmo ano, a Odebrecht desistiu da anulação das provas ao fechar um acordo de colaboração.

Em sua delação, Marcelo Odebrecht disse que a contratação de Pedro Serrano tinha o objetivo de  “influenciar indiretamente e obter informações sigilosas relacionadas à investigação”.

Deixe sua opinião

todos os comentários é de inteira responsabilidade do leitor

Postagem Anterior Próxima Postagem