Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Em época de Redes Sociais, IBOPE e Datafolha, NÃO SÃO MAIS CONFIÁVEIS


Com o advento das redes sociais, é ainda possível medir audiência apenas com IBOPE? A resposta é simples, NÃO!

Hoje em dia, muitas casas tem TV por assinatura e este tem seus próprios meios de medição. Além disso, temos exemplos de que a medição do IBOPE não é mais tão seguro, pois TV e rádio não é mais os canais de informação para a população. Em um país onde temos quase 2 aparelhos celulares por pessoa e quase um computador em cada residência, as medições tem que mudar e se atualizar o mais rápido possível.

O programa Roda Viva com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, alcançou grande repercussão no Twitter, foram milhares de comentários e durante alguns momentos os 'trending topics', os assuntos mais comentados da rede social mundial. As hashtags '#MoroHeroiNacional', '#RodaViva', entre outros que faziam alusão ao ministro, alcançaram lideranças mundiais, inclusive, as 23h50, já com o programa Roda Viva terminado, #rodaviva era o termo mais falado no país e o segundo do mundo.

Nos canais do Youtube, plataformas mostravam a entrevista ao vivo, entre elas duas se destacaram: Roda Viva da TV Cultura com mais de 437 mil visualizações e o canal do the intercept brasil, que reunia seus jornalistas para comentar a entrevista do ministro, com pouco mais de 130 mil visualizações.

Outro canal de transmissão importante foi o facebook, e nela destacamos duas páginas, a do próprio Roda Viva com mais de 430 mil visualizações e de um apoiador de Bolsonaro, Filipe Barros, com mais de 556 mil visualizações, porem, centenas de páginas conseguiram mais de 10 mil visualizações, mas, um diferencial em relação aos demais, é a audiência rotativa e continua, uma vez que os vídeos nesses canais, não saem do ar.

Depois de mostrar a importância das redes sociais, o ibope do programa na TV aberta, na entrevista com Sérgio Moro, caiu 60% entre 2018 (3,8 pontos no cálculo consolidado) e 2020 (1,5 ponto na medição prévia), isso seria o equivalente a menos de 200 mil pessoas em São Paulo, ou seja, pelos números acima, é óbvio que as redes sociais, cada ano que passa, tem mais importância que a TV aberta.

Ou seja, não é possível que pessoas assistam em mais de um canal ao mesmo simultaneamente, com isso, o que podemos ver que só com esses canais como Roda Viva no facebook, mais Filipe Barros, são quase 1 milhão de pessoas vendo ao vivo a transmissão, sem contar os canais no youtube, que somados chegam a mais de meio milhão, sem contar as centenas de páginas e grupos que estavam compartilhando a transmissão ao vivo e sendo assistido por outras pessoas! Estamos falando possivelmente, em dezenas de milhões, como acreditar em Ibope, Datafolha ou qualquer outro meio de pesquisa depois disso? Principalmente no que se referir a transmissões pela internet.


O QUE HÁ DE NOVO