Anúncio


Publicidade
Anúncio

Talvez você tenha perdido

Anúncio
Continuar depois da publicidade


Proposta de Marco Aurélio visava analisar que o plenário da Corte analisasse atos do Executivo tem derrota humilhante




"Proposta de Marco Aurélio tem derrota humilhante"


Uma proposta extremamente sensata feita pelo ministro Marco Aurélio de Mello foi derrubada nesta quarta-feira (1º) pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).

A proposta de Marco Aurélio visava permitir que apenas e tão-somente o plenário da Corte analisasse atos do Executivo ou do Legislativo, tirando a possibilidade de que magistrados possam individualmente derrubar decisões dos outros poderes.

A justificativa para a proposta, bastante plausível: O STF é um órgão colegiado.
Porém, na pratica a maioria do STF deu aval para que os integrantes da Corte possam continuar decidindo sozinhos sobre medidas tomadas pelo Executivo e o Legislativo.
O resultado foi devastador: 10 a 1.

Ninguém quer abrir mão de superpoderes.
Marco Aurélio não perdoou e reagiu com sarcasmo e ironia:
"Estou de parabéns e o tribunal de pêsames. Já esperava, conheço o colegiado. E assim é contada a história do Brasil".

O QUE HÁ DE NOVO