Publicidade
Centrão pode prejudicar agenda de Bolsonaro







Sucessor de João Amoêdo na presidência nacional do Novo, o empresário catarinense Eduardo Ribeiro acredita que a aliança do Palácio do Planalto com os partidos do chamado Centrão pode colocar em xeque a agenda do governo do presidente Jair Bolsonaro. 
"A agenda de privatizações, por exemplo, não é uma pauta destes grupos, que sempre fizeram uso e defenderam a manutenção da força do Estado para se manter no poder", diz. 
A entrevista foi feita por Veja 

Partidos como (Novo) e outros, imaginam que Bolsonaro está se alinhando ao centrão. O que não faltou foi insinuações de ataques ao presidente Jair Bolsonaro.

Trecho da entrevista;
Uma resposta bastante curiosa . 




AGORA DEPENDEMOS DE VOCÊ PARA CONTINUARMOS NO AR


O jornalismo em que você confia, conservador, depende de você. Colabore com a independência do DENÚNCIA POLÍTICA doando qualquer valor; "Doar é uma pratica que requer desapego.

Quero doar 10:


Quero doar 20:


Quero doar 30:

DEIXE SUA OPINIÃO:

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio

Anúncio

----

Anúncio




Anúncio