Delação premiada; Sergio Moro diz "crimes não são cometidos no céu"

Por; Rosinaldo Pereira /colunista

Delação premiada;Sergio Moro diz "crimes não são cometidos no céu"
Delação premiada;Sergio Moro diz "crimes não são cometidos no céu"

Delação premiada;  Sergio Moro diz "crimes não são cometidos no céu"


N
esta segunda-feira, o juiz federal Sergio Moro condenou o ex-gerente da Petrobras Roberto Gonçalves e outras quatro pessoas em razão do pagamento de propinas em obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) executadas pelos consórcios de empreiteiras Pipe Rack e TUC Construções. O juiz da Operação Lava Jato repetiu o que fez em outras oportunidades e aproveitou a condenação para defender regras e procedimentos jurídicos que considera os melhores – mais uma vez, a escolhida foi a colaboração premiada.

"crimes não são cometidos no céu"

Para Moro, as delações são um caminho imprescindível para desmontar organizações criminosas, uma vez que “crimes não são cometidos no céu e, em muitos casos, as únicas pessoas que podem servir como testemunhas são igualmente criminosos”. Ele disse “não desconhecer as polêmicas” em torno do instrumento, mas confrontou os críticos: “Quem, em geral, vem criticando a colaboração premiada é, aparentemente, favorável à regra do silêncio, a omertà das organizações criminosas, isso sim reprovável”.
A expressão “omertà” faz alusão ao código de honra da máfia italiana, a lei do silêncio que os criminosos não poderiam quebrar, sob o risco de pagar com a própria vida. 




Continue lendo....