O mandante do atentado a Bolsonaro

Por; Rosinaldo Pereira /colunista



Um deslize crucial cometido pelo advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior pode elucidar a questão sobre quem é a figura enigmática que está pagando os honorários da defesa do criminoso Adelio Bispo de Oliveira, autor do atentado contra o presidente eleito Jair Bolsonaro.


Em depoimento no inquérito sobre o caso, o advogado confirmou que teve um encontro com o cidadão que está lhe pagando os honorários, o tal protetor de Adelio, em seu escritório em Contagem (MG).
Essa revelação foi preponderante para a deflagração da ação de busca e apreensão nos endereços do advogado.


Com relação ao escritório de Contagem, os policiais pretendem apreender para checagem todas as gravações do circuito interno do local.
Com isso acreditam que conseguirão identificar o dito cujo.
A Polícia Federal entende que o êxito desta operação será fundamental para se chegar ao eventual mandante do crime.


O cerco vai apertar, principalmente após o dia 1º de janeiro, quando Sérgio Moro assumirá o Ministério da Justiça.

Continue lendo....