destaque!

Acorda Brasil! "NIÓBIO" o Mundo inteiro de olho no metal que só o Brasil fornece ao mundo está no Amazonas

"Nióbio, o metal que só o Brasil fornece ao mundo está no Amazonas" A reserva mineral de nióbio localizada na região denomi...





Advogado de Adélio, se enrola e cita nome de lula como suposto mandante do crime a Bolsonaro

Advogado de Adélio, se enrola e cita nome de lula como suposto mandante do crime a Bolsonaro



Zanone Manuel de Oliveira Júnior, o criminalista contratado para defender Adélio Bispo de Oliveira, o homem que tentou matar Jair Bolsonaro, foi questionado pelo Estadão sobre a possibilidade de a Polícia Federal descobrir alguma irregularidade no patrocínio da defesa. Ele respondeu:


“O que eles querem saber é se foi o Lula que pagou a defesa, se foi o PSOL, o Jean Wyllys.”

Segundo o portal de notícia UOL,  O criminalista classificou como "normal" a busca e apreensão feita no seu escritório, em Belo Horizonte, mas considerou a apreensão de seu telefone celular um precedente perigoso.

Opá! uma dica. Onde há fumaça tem fogo. 



Toda informação dada pelo advogado deve ser observada.
O mandante do atentado a Bolsonaro

O mandante do atentado a Bolsonaro




Um deslize crucial cometido pelo advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior pode elucidar a questão sobre quem é a figura enigmática que está pagando os honorários da defesa do criminoso Adelio Bispo de Oliveira, autor do atentado contra o presidente eleito Jair Bolsonaro.


Em depoimento no inquérito sobre o caso, o advogado confirmou que teve um encontro com o cidadão que está lhe pagando os honorários, o tal protetor de Adelio, em seu escritório em Contagem (MG).
Essa revelação foi preponderante para a deflagração da ação de busca e apreensão nos endereços do advogado.


Com relação ao escritório de Contagem, os policiais pretendem apreender para checagem todas as gravações do circuito interno do local.
Com isso acreditam que conseguirão identificar o dito cujo.
A Polícia Federal entende que o êxito desta operação será fundamental para se chegar ao eventual mandante do crime.


O cerco vai apertar, principalmente após o dia 1º de janeiro, quando Sérgio Moro assumirá o Ministério da Justiça.

PF descobre que advogado recebeu um pagamento de honorários de 25 mil reais “Caso Adélio”



Livro-caixa de escritório registra pagamento de R$ 25 mil por “Caso Adélio”

O delegado Rodrigo Morais Fernandes, responsável pelas investigações sobre o atentado a Jair Bolsonaro, disse a Crusoé que a PF segue tentando descobrir se há “uma organização criminosa ou um grupo político” por trás do crime.



O caminho é saber quem financiou a defesa de Adélio.


Nas buscas feitas na manhã desta sexta-feira, a PF apreendeu uma folha do livro-caixa do escritório do advogado Zanone Júnior que registra um pagamento de honorários de 25 mil reais relacionado, conforme consta da anotação, ao “Caso Adélio”.



Não há, porém, qualquer indicação de quem fez o pagamento.

-É preciso a quebra de sigilo bancário dos advogados do criminoso.

E mais; O mandante do atentado a Bolsonaro







PF PROCURA VÍDEO DE ADVOGADO COM FINANCIADOR DE ADÉLIO

PF PROCURA VÍDEO DE ADVOGADO COM FINANCIADOR DE ADÉLIO



O principal alvo das buscas da PF na manhã desta sexta para investigar se há mandantes do atentado contra Jair Bolsonaro é Zanone Manuel de Oliveira Júnior, o advogado de Adélio Bispo de Oliveira, conta a Crusoé.



Os agentes visitaram dois endereços comerciais. Num deles, querem a gravação em vídeo que registra encontro que o advogado diz ter ocorrido com a pessoa que estaria bancando a defesa do agressor. Leia abaixo:



O alvo das buscas que a Polícia Federal realiza nesta manhã na investigação sobre o atentado a Jair Bolsonaro é o advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior. Ele é o principal defensor de Adélio Bispo de Oliveira (foto), o homem que tentou matar Bolsonaro em setembro, em Juiz de Fora (MG).

Leia aqui; A Busca ao advogado do criminoso que tentou matar Jair Bolsonaro 

PF VAI EM BUSCA DE ADVOGADOS DE ADÉLIO



A Polícia Federal faz busca e apreensão na manhã desta sexta-feira nos endereços de advogados de Adélio Bispo de Oliveira, o homem que tentou matar Jair Bolsonaro, informa a Crusoé.



A Polícia Federal realiza uma operação de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira nos endereços de advogados de Adélio Bispo de Oliveira, o homem que tentou matar Jair Bolsonaro durante a campanha presidencial

O delegado Rodrigo Morais, que conduz o inquérito sobre o esfaqueador de Jair Bolsonaro, disse para o G1 que as buscas nos escritórios de Zanone Oliveira Júnior visam identificar quem estaria financiando a defesa do autor do atentado.



As buscas são parte do segundo inquérito aberto pela PF para apurar se há mandantes ou patrocinadores por trás do atentado.


 O advogado Zanone de Oliveira já tinha dito ao  Antagonista que deve deixar a defesa de Adélio Bispo porque o misterioso financiador desapareceu, mas não deixou. 

Atualizado; 11;56 hrs PF PROCURA VÍDEO DE ADVOGADO COM FINANCIADOR DE ADÉLIO









Bombando na WEB