Mais de três mil advogados atacam o traiçoeiro Gilmar Mendes, CORRE!





Mais de três mil advogados atacam o traiçoeiro Gilmar Mendes, CORRE!

Em: __Por: Rosinaldo Pereira

__ 8/05/2019







O Movimento dos Advogados do Brasil, composto por mais de 3 mil Advogados divulgou este manifesto,  em repúdio à declaração do ministro Gilmar Mendes que afirmou ao jornal Correio Braziliense que a operação Lava-jato “é uma organização criminosa para investigar pessoas”.

A entrevista foi a mais pérfida e traiçoeira de todas quantas o ministro já produziu até hoje.

Leia:




"É inconcebível que um Ministro da mais alta Corte do país se manifeste contra a maior operação de combate à corrupção do mundo; que levou a prisão Chefes de Estado de vários países; recuperou bilhões de reais aos cofres públicos e conseguiu restaurar o sentido da Moralidade e Ética dentro da Administração Pública e do Setor Privado.
Salienta-se que o artigo 36, III, da Lei Orgânica da Magistratura (Loman – LC 35/79) proíbe os magistrados de manifestarem opinião ou juízo de valor sobre processos pendentes de julgamento, pois obviamente quebra o dever de imparcialidade.
Art. 36 - É vedado ao magistrado: III - manifestar, por qualquer meio de comunicação, opinião sobre processo pendente de julgamento (...).
Como o Ministro Gilmar Mendes afirmou que a operação Lava-jato é uma “organização criminosa”, isto deixa claro que ele já tomou posição contra o autor das ações (MPF) e que julgará em favor dos denunciados, tornando-o suspeito para julgar todos os demais casos pendentes da Lava-jato, devendo então ser imediatamente afastado dos processos e proibido de votar".




Compartilhe em "grupos" e alcance mais pessoas:

Seguir no twitter;


"Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem"



Barroso desmonta falácia que culpa prisão em segunda instância por superpopulação carcerária (veja o vídeo)

Em seu voto a favor da manutenção do entendimento que permite a prisão após condenação em segunda instância, o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, fez questão de desmontar uma das falácias mais patéticas utilizadas pelo ex-advogado de Dilma Rousseff, José Eduardo Cardoso em desfavor de tal entendimento.
Para o petista, a prisão em segunda instância seria uma das responsáveis pela superpopulação carcerária. A afirmação é mentirosa, e Barroso a esmigalhou com números concretos do sistema penitenciário em seu voto.

Confira:



"A CORRUPÇÃO MATA NA FILA DO HOSPITAL"




Eis o que Dias Toffoli pensava sobre prisão em segunda instância (antes de Lula ser preso)

>

A esquerda já tentou nos calar, seja nossa vós, curta nossa página e receba diáriamente notícias do governo Bolsonaro. -Somos de #DIREITA

Pátria amada Brasil até morrer!
Grupo Público · 50.197 membros
Participar do grupo
Temos total liberdade de apoiarmos a direita encabeçada por Jair Bolsonaro e depois Sergio Moro. junte-se a nós.

Destaque do dia..

Augusto Aras praticamente pede para STF derrubar prisão em segunda instância

Augusto Aras parou com seus rodeios e foi mais claro: ele não concorda com a obrigatoriedade da prisão de condenados em segunda instânci...


As mais lidas do dia..