.





O procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, comunicou a deputados do PSL que o pedido de prisão preventiva de Lula será enviado ao Ministério Público de São Bernardo do Campo (SP), onde o petista tem residência fixa, informa a Veja.

Aras explicou a Carla Zambelli (PSL-SP) e Sanderson (PSL-RS) que, como Lula não tem mais foro privilegiado, o assunto vai para outra esfera da Procuradoria.

Os autores recorreram à Lei de Segurança Nacional (LSN), por Lula incitar a violência com seu discurso ao sair da prisão.

E que a ordem pública precisa ser garantida.

Deixe sua opinião

todos os comentários é de inteira responsabilidade do leitor

Postagem Anterior Próxima Postagem