destaque!

Câmara esvazia pacote anticrime de Moro

O grupo de trabalho da Câmara que analisa o pacote anticrime rejeitou hoje várias medidas importantes propostas por Sergio Moro p...





Atirador de elite em posição de tiro no Palácio do Planalto




Atiradores de elite estão posicionados para proteger o presidente da República Jair Messias Bolsonaro.

Uma imagem de um atirador de elite no Palácio do Planalto chamou a atenção de nossa equipe.

Hoje 07 de setembro, dia da "Independência do Brasil". 






O presidente Jair Bolsonaro participa neste sábado do primeiro desfile de 7 de setembro desde que tomou posse no cargo.

O desfile em homenagem ao Dia da Independência acontece na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, e o governo diz esperar recorde de público. O tema deste ano será "Vamos valorizar o que é nosso".





Pai do procurador indicado por Bolsonaro confirma que Augusto Arias quer acabar com a Lava Jato




Cresce a confirmação de que o candidato de Bolsonaro à PGR é inimigo de Moro, Dallagnol e Lava Jato.

Aggusto Aras quer destruir Dallagnol e Moro. Seu discurso oblíquo, aparentemente legalista, é retórica lulopetista disfarçada.






O pai do indicado por Bolsonaro para a PGR, Roque Aras, que foi deputado federal pelo MDB, Partido que presidiu na Bahia durante o regime militar e duas vezes, depois, candidato pelo PT, disse esta tarde para a Folha de S. Paulo que são corretas as críticas que o filho fez à atuação da força-tarefa da Lava Jato. Em entrevista, Augusto Aras afirmou que apoia a Lava Jato "como política de Estado", mas criticou o seu personalismo. A entrevista foi distribuída pela Folhapress e publicada há pouco em sites como os do jornal Zero Hora.






Na prática, trata-se de um ataque oblíquo, mas decisivo, à Lava Jato:

- Os fatos demonstraram que Augusto tinha razão. A Lava Jato teve uma função muito importante na politica do país, mas cometeu excessos. A força-tarefa deve retomar o caminho exclusivamente da lei.






A declaração deixa subentendido que Sérgio Moro e Dallagnol agiram fora da lei, fazendo coro com a campanha de assassinato de reputação levada a cabo pelo lulopetismo, reverberado pelo site sujo The Intercept, o que só favorece os ladrões do dinheiro público que participaram da organização criminosa lulopetista desbaratada pela Lava Jato e cujos desdobramentos poderão ser bloqueados por Augusto Aras na PGR.
Moro visita prédio da PF onde Lula está preso

Moro visita prédio da PF onde Lula está preso





Sergio Moro aproveitou hoje sua viagem a Curitiba, onde deu uma palestra, para ir à Superintendência da PF no Paraná, onde Lula está preso, informa Bela Megale em O Globo.

Lá, o ministro da Justiça teve uma reunião a portas fechadas com Luciano Flores, o chefe da corporação no estado.






Foi a primeira vez que Moro visitou o local desde que deixou de ser juiz da Lava Jato -o compromisso não constava da agenda do ministro até o fim desta tarde.






A reunião de Moro com Flores, no quarto andar do prédio, aconteceu a poucos metros da cela onde o petista está preso. Quando o ministro subiu, quase deu de cara com Gleisi Hoffmann, que visitava Lula no quinto andar no mesmo horário.

briga por comida entre crocodilo e leão acaba mal (vídeo)

Aparentemente, o crocodilo tinha a presa dominada, entretanto um leão pensou em desfrutar da mesma refeição e partiu para água. Nitidamente, é possível notar que se trata de um crocodilo enorme e que o leão não terá vida fácil.






Então, os dois animais poderosos começam uma violenta batalha dentro da água e só termina quando o leão consegue arrastar tanto a presa quanto o crocodilo para fora, onde domina o réptil completamente, garantindo um banquete ainda mais farto.

Veja mais, vídeo clube animal






Rejeitado pela sociedade, Dias Toffoli diz que redes sociais ameaçam “valores democráticos” disseminam o medo gerando o ódio

Rejeitado pela sociedade, Dias Toffoli diz que redes sociais ameaçam “valores democráticos” disseminam o medo gerando o ódio




O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, afirmou que as rede sociais “colocam em risco valores democráticos”.

A afirmação do ministro foi dada nesta sexta-feira (30) durante palestra “Democracia e Direitos”, promovida pela Força Sindical, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos.






“As redes sociais, ao invés de promoverem a solidariedade e uma relação humana entre as pessoas, disseminam o medo gerando o ódio”, disse.

Toffoli destacou a criação do Painel Multissetorial de Checagem de Informações e Combate a Notícias Falsas, no mês de junho, que reúne órgãos de diferentes áreas.






O presidente do Supremo enfrenta uma forte rejeição da sociedade, devido a notícias revelando que seu nome aparece em delações.

Há exato um ano, Bolsonaro sofreu atentado praticado por ex-ativista do Psol "Reveja o momento em que Boris Casoy anunciou o atentado"




Hoje, completa um ano o tempo transcorrido desde o atentado a faca sofrido pelo presidente Bolsonaro, tudo pelas mãos de  um ex-ativista do Psol, o assassino Adélio Bispo, preso no Mato Grosso.

Até o momento, a Polícia Federal não identificou os mandantes, mas o inquérito continua.






Neste final de semana, ainda como efeito da facada que recebeu, Bolsonaro voltará ao Hospital Albert Einstein para nova cirurgia, desta vez para a retirada de uma hérnia que surgiu no abdômen.






O presidente ficará três dias fora do cargo, que será ocupado pelo vice Hamilton Mourão.




Deputados do PT, se revoltam com escolha de Aras para a PGR feita por Bolsonaro #Bolsonarotemrazão

Deputados do PT, se revoltam com escolha de Aras para a PGR feita por Bolsonaro #Bolsonarotemrazão





A indicação de Augusto Aras para a chefia da Procuradoria-Geral da República (PGR) não irritou apenas procuradores e uma parte do eleitorado do presidente Jair Bolsonaro, deputados de partidos de esquerda também teceram duras críticas ao subprocurador-geral.

A deputada Erika Kokay, do Partido dos Trabalhadores (PT) do Ceará, por exemplo, disse que a entrada de Aras na PGR refletia o “medievalismo”.






O parlamentar Paulo Pimenta (PT-RS), também através do Twitter, levantou o questionamento: “em que planeta estavam estas pessoas quando achavam que Bolsonaro iria fazer algo diferente?!”

Mas o PT não é o único partido de esquerda criticando a indicação de Aras ao importante cargo de PGR.






O deputado Ivan Valente, do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) de São Paulo, disse que o “autoritarismo” de Bolsonaro “está a serviço da impunidade”.

A deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ) disse que “Bolsonaro não respeita as instituições brasileiras. Quer transformá-las em puxadinhos de seus interesses”.

A OAB nacional ainda não protestou.

E mais; Bolsonaro reage ao PT, assista o vídeo

O PT ataca a escolha, Bolsonaro reage às críticas pela escolha de Aras para chefe da PGR (vídeo)

O PT acaba de protestar contra a indicação de Augusto Aras para a chefia da PGR.

A OAB nacional ainda não protestou.

E mais; Os petistas se revoltaram, veja aqui



Juiz peita PF e mantém presos amigos de hacker

Juiz peita PF e mantém presos amigos de hacker




Ricardo Leite, juiz da 10ª Vara Federal do DF, manteve a prisão preventiva do hacker Walter Delgatti Neto, responsável por invadir o Telegram de autoridades públicas, e dos outros três detidos na Operação Spoofing.






Leite contrariou a manifestação da Polícia Federal, que entende que dois dos quatro presos não oferecem mais riscos à investigação.

A PF afirmou à Justiça que as prisões de Delgatti e de Gustavo Henrique Elias Santos eram necessárias, mas não havia mais necessidade de manter




presos Suelen Oliveira e Danilo Marques, porque seus aparelhos eletrônicos já tinham sido apreendidos e eles não tinham ligação direta com as invasões do Telegram.

Gilmar está encurralado com a canetada de Bolsonaro




"Rodrigo Maia, e líderes do Centrão procuraram Gilmar pedindo que dê uma decisão favorável a eles e não ao governo"


Gilmar Mendes está em uma encruzilhada na relatoria do mandado de segurança apresentado pelo Centrão, pedindo que a MP da Liberdade Econômica seja analisada novamente pela Câmara antes de ser sancionada por Jair Bolsonaro, informa a Crusoé.

Leia um trecho aqui;






"O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, está em uma encruzilhada na relatoria do mandado de segurança protocolado por Centrão pedindo que a medida provisória da liberdade econômica seja analisada novamente na Câmara antes de ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro. Na noite de terça-feira, 3, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e líderes do Centrão procuraram Gilmar pedindo que dê uma decisão favorável a eles e não ao governo". 







Pois bem! 

Gilmar sabe que não pode desagradar o Senado, que tem sobre a mesa alguns pedidos de impeachment contra ele. -Como disse o deputado Titirica, "é o toma lá dá cá em ação". 



E mais; Jair Bolsonaro decidiu indicar o subprocurador Augusto Aras para suceder Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República, o ministro Gilmar Mendes está fumaçando.






Parte dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) fez campanha nos bastidores para que Jair Bolsonaro desse um segundo mandato à procuradora-geral da República, Raquel Dodge que livrou o irmão de Dias Toffoli e o então presidente da câmara Federal, Rodrigo Maia.  Aras ganhou pontos com Bolsonaro ao demonstrar alinhamento com a pauta de reformas do governo. O ministro Gilmar Mendes tem atritos com o escolhido por Bolsonaro, o "subprocurador Augusto Aras".

Acabou o mi mi mi, -TRF4 decide que Lula deve ser tratado como qualquer outro ladrão preso

Acabou o mi mi mi, -TRF4 decide que Lula deve ser tratado como qualquer outro ladrão preso



Acabou o mi mi mi.


Em sessão da tarde de ontem (4), o TRF4 decidiu que Lula só poderá receber uma visita mensal de religioso, que pode ser padre ou não.

Os advogados do prisioneiro por corrupção queriam visitas semanais.






O TRF4 avisou que Lula deve ser tratado como qualquer outro ladrão preso.

-Segundos nossas fontes, o prisioneiro não gostou nada disso e avisou que conta com o ministro Gilmar Mendes para reverter a situação. 
Dodge enviou ao STF a delação de Léo Pinheiro mas pediu arquivamento de trechos que estariam, Rodrigo Maia e um irmão de Dias Toffoli

Dodge enviou ao STF a delação de Léo Pinheiro mas pediu arquivamento de trechos que estariam, Rodrigo Maia e um irmão de Dias Toffoli




O Antagonista apurou que a demissão coletiva anunciada pelo grupo da Lava Jato na PGR, que revelamos há pouco, tem relação com manifestação de Raquel Dodge sobre a delação do empreiteiro Léo Pinheiro.






Dodge enviou ontem ao STF a delação de Léo Pinheiro para homologação, mas pediu arquivamento preliminar de trechos do acordo em que estariam citados Rodrigo Maia e um irmão de Dias Toffoli.






Em fevereiro, a Folha publicou que o ex-presidente da OAS havia delatado o pagamento de propina ao José Ticiano Dias Toffoli, ex-prefeito de Marília (SP).

Gilmar derruba ato de Moro que tornou Mantega réu na lava jato





Gilmar Mendes anulou hoje uma decisão de Sergio Moro, de agosto do ano passado, que recebeu uma denúncia contra Guido Mantega na Lava Jato e o tornou réu por corrupção e lavagem.

Neste caso, Mantega foi acusado de, em 2009, preparar medidas provisórias que parcelaram dívidas tributárias bilionárias da Braskem e outras exportadoras.






Em troca, teria recebido da petroquímica R$ 50 milhões destinados ao PT – R$ 15,1 milhões foram pagos para João e Mônica Santana na campanha de Dilma Rousseff em 2014.

Gilmar Mendes considerou que o caso deve tramitar na Justiça Federal de Brasília, onde Mantega já responde a outra ação — junto com Lula, Dilma Rousseff, Antônio Palocci e João Vaccari Neto — por integrar a organização criminosa do Quadrilhão do PT.






“Tais fatos não possuem nenhuma relação com o parâmetro de definição da competência da Justiça Federal de Curitiba sobre a Operação Lava Jato, qual seja a apuração de fraudes e desvios de recursos no âmbito da Petrobras”, justificou o ministro.

Como transferiu o caso, o ministro declarou “a nulidade dos atos decisórios” do processo contra Guido Mantega no Paraná, “até a sua apreciação pela Justiça Federal do Distrito Federal em eventual juízo de convalidação”.
Bolsonaro manda um duro recado para a Globo e a Veja  "Não vão conseguir, o coro aqui é grosso"  (vídeo)

Bolsonaro manda um duro recado para a Globo e a Veja "Não vão conseguir, o coro aqui é grosso" (vídeo)




O presidente Jair Bolsonaro respondeu a uma pergunta feita por um reporte sobre o Jornal Nacional. 

O Jornal nacional completa 50 anos, qual a mensagem que o senhor deixa? -Jornal Nacional 50 anos? ironizou o presidente com rizadas dos repórteres. 

Bolsonaro foi direto no ponto, lembrou do governo militar.  






-Explicou que a ditadura, fecha jornais, rádio e televisão.  "A rede Globo nasceu em 1965, a Veja nasceu em 1968, agora o Jornal Nacional se prestou hoje em em dia, como não tem mais teta, não estão manado mais, não tem mais propaganda oficial do governo" por isso vem os ataques, explicou o presidente. 


Bolsonaro  finalizou dizendo; "Eles não vão conseguir, o coro aqui é grosso".



Assista o vídeo;

Moro abandona coletiva ao ser questionado sobre diretor geral da PF que é alvo de Bolsonaro





Moro deixa coletiva


Sergio Moro abandonou hoje pela manhã uma entrevista coletiva convocada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O ministro foi perguntado sobre o futuro do diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, alvo de Jair Bolsonaro em entrevista à Folha.

Moro ficou por apenas três minutos na entrevista em que falava sobre a 5ª fase da Operação Luz da Infância.






Ao ser perguntado sobre as declarações de Bolsonaro, ficou em silêncio e foi embora.


-Jair Bolsonaro, em sua conversa com a Folha de S. Paulo, voltou a atacar a PF.

Ele disse que já acertou com Sergio Moro a degola do diretor-geral, Maurício Valeixo;


A autonomia para a indicação é de Sergio Moro

“Essa turma está lá há muito tempo, tem que dar uma arejada. Está tudo acertado com o Moro, ele pode trocar quando quiser (…). Ninguém gosta de demitir, mas é mais difícil trocar a esposa. Eu demiti o Santos Cruz, com quem tinha uma amizade de 40 anos.”






Ele explicou por que quer a demissão de Maurício Valeixo:

“O motivo foi a troca de 11 superintendentes sem falar comigo. Fui sugerir para o Rio um de Manaus, aí teve essa reação toda. Isso é babaquice.”






Bombando na WEB