destaque!

Acorda Brasil! "NIÓBIO" o Mundo inteiro de olho no metal que só o Brasil fornece ao mundo está no Amazonas

"Nióbio, o metal que só o Brasil fornece ao mundo está no Amazonas" A reserva mineral de nióbio localizada na região denomi...





Lula recebe convite para evento de estudantes, mas não teve coragem de dizer em carta que está preso

Lula recebe convite para evento de estudantes, mas não teve coragem de dizer em carta que está preso




"lula continua mentindo"



Convidado para o evento, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez questão de enviar uma enfadonha carta para o 57º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), explicando, a sua maneira, os motivos do seu não comparecimento.

Lula diz na missiva que está “proibido há mais de um ano de ver de perto meus amigos e nosso povo.

Não é verdade. Ninguém proibiu Lula de nada.


O discurso do petista é mera vitimização.
Lula está condenado porque delinquiu e cumpre a pena a qual foi sentenciado. É isso que o meliante deveria ter dito aos estudantes.
Aliás, a pena em curso refere-se a apenas um dos processos movidos contra Lula. Uma outra condenação aguarda julgamento em segunda instância e uma série de outros processos estão em tramitação.


No mais, na tal carta, Lula mente, ataca e difama.
É efetivamente um encarcerado incorrigível, o que torna impossível a sua ressocialização.

PF sai em busca do hacker que abastece Greenwald com material roubado "Glenn pode responder por receptação"




"As mensagens de Moro e Procuradores não foram vazadas e sim roubados por um criminoso"


Glenn Greenwald está com medo.

Ele escreveu:


“Diversas fontes disseram ao Intercept que a PF, durante o afastamento de Sergio Moro, está considerando realizar uma operação que teria como alvo um suposto hacker, que supostamente seria a fonte do arquivo. Esse suposto hacker seria estimulado a confessar ter enviado o material ao Intercept e que esse material teria sido adulterado.”


Em primeiro lugar, Verdevaldo não tem fontes na PF.

Em segundo lugar, a PF nunca fez e nunca fará esse tipo de coisa. Se o hacker for preso, é porque ele cometeu um crime.

Em terceiro lugar, a quantidade de vezes que Verdevaldo usou o termo “suposto” indica que ele já está tentando se proteger.




"Glenn pode responder por receptação"
-Explicita o art. 180 e seus parágrafos do Código Penal Brasileiro. Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940:

Art. 180 - Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir para que terceiro, de boa-fé, a adquira, receba ou oculte: (Redação dada pela Lei nº 9.426, de 1996)

Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa. (Redação dada pela Lei nº 9.426, de 1996)
Davi Alcolumbre, prejudica o Governo Bolsonaro e setores da economia ao travar o Cade

Davi Alcolumbre, prejudica o Governo Bolsonaro e setores da economia ao travar o Cade





O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, está na dianteira de um dos movimentos mais preocupantes para o andamento da economia, sob o ponto de vista do governo, no momento.

Sentado sobre as indicações do Executivo para o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), como o Radar revelou, Alcolumbre paralisou todas as atividades do órgão responsável por analisar fusões e aquisições no país. Isso significa que dezenas de processos vitais para indústrias e empresas vão atrasar por causa de pendências políticas.


Mais do que um problema de Sergio Moro, o chefe do Ministério da Justiça, a quem o Cade está subordinado, o caso virou assunto de Paulo Guedes, o chefe da Economia.

Se não eliminar rápido o problema, o governo pode começar a sofrer pressões do empresariado por causa de uma série de negócios pendentes que impactarão produção e novos investimentos.


O que deu em Faustão? ele desobedeceu a Globo e defende Bolsonaro ao vivo

O que deu em Faustão? ele desobedeceu a Globo e defende Bolsonaro ao vivo





Recentemente, o nome de um dos principais apresentadores da televisão brasileira, Fausto Silva, o Faustão, acabou se envolvendo em uma grave polêmica. Ele teria mandado mensagens ao ex-juiz federal Sérgio Moro. O conteúdo foi vazado pelo Intercept e as mensagens seriam conselhos de Faustão para uma melhor comunicação da Operação Lava Jato. Na época, o apresentador confirmou a situação. 



Neste domingo, 14 de julho, Faustão voltou a causar polêmica no Domingão do Faustão. Quebrando os protocolos da Globo, ele defendeu o atual presidente, Jair Bolsonaro. É o que mostra uma matéria do site Natelinha. 

Faustão surpreende e defende governo Bolsonaro ao vivo na Globo
Ao receber o jogador Daniel Alves, durante o Arquivo Confidencial, Fausto lembrou que o país tem muitos problemas, mas que eles não seriam uma culpa do atual governo, mas sim de administrações anteriores. Jair Bolsonaro está no seu sétimo mês de governo. 



“Você tem um espírito critico muito aguçado, porque você vive muito tempo fora daqui, você vem, lógico, visitar a família. Quando você vê que esse país tem tudo pra dar certo, vivendo na Europa a tanto tempo, o que você pode falar pra tanta gente que às vezes, está sem esperança num país com 25 milhões de desempregados, tem o problema de Educação, que não é agora, não é jogar tudo em cima agora da atual administração, isso já vem desde quando o outro Cabral, não o que está preso [Sérgio Cabral]”, disse o comunicador criando polêmica também com o ex-governador do estado do Rio de Janeiro. 



Nas redes sociais, o público ficou dividido. Alguns concordaram com o comunicador, enquanto outros disseram que ele estaria tentando “puxar sardinha” para a atual administração. 

Vazamento; Lula confirmando o "acerto" com Dilma para ser ministro (Veja o Vídeo)





De dentro do Palácio da Alvorada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva diz a um interlocutor que acabara de fazer uma reunião com a Dilma onde havia acertado a sua nomeação para ministro-chefe da Casa Civil. A intenção era obter o malfadado foro privilegiado.
Tratando o tal interlocutor como “querido”, Lula diz o seguinte:
“Eu acabo de fazer uma reunião com a Dilma e eu serei o novo ministro-chefe da Casa Civil”.

Na ligação, Lula já antecipava a data de sua posse, que graças a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) nunca aconteceu.
Importante observar que a farsa só foi desmontada, graças ao famoso vídeo divulgado por determinação do então juiz Sérgio Moro, com o descarado recado da ex-presidente Dilma Rousseff, avisando o meliante, ora preso em Curitiba, que o “Bessias” estava indo ao aeroporto para lhe entregar o “papel”, no caso a ato de nomeação para o cargo ministerial.
Veja o vídeo:





 OAB vai quebrar  "45% dos Advogados dão calote na instituição" Bolsonaro e Moro só observa

OAB vai quebrar "45% dos Advogados dão calote na instituição" Bolsonaro e Moro só observa




"OAB tem se comportado praticamente contra tudo do Governo Bolsonaro"


Ancelmo Gois, no Globo, informa que em um ano subiu de 20% para 45% o calote dos advogados à anuidade da OAB.


-O que esse Felipe Santa Cruz ainda faz como presidente da instituição? 



O estatuto da OAB precisa de alteração urgente. -A instituição não representa mais a maioria dos advogados do Brasil.

Desse jeito a OAB vai quebrar. -Putz 


Enquanto isso;
-Após os vazamentos de supostos diálogos do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, um grupo de advogados decidiu se unir em apoio à operação. Mais de mil deles assinaram um manifesto “em razão dos ataques injustificados lançados contra as autoridades envolvidas”. 



No manifesto, o grupo de advogados repudia “categoricamente a referida nota do Conselho Federal da OAB, bem como expressam o completo apoio à operação Lava-jato e seus atores, reconhecendo os grandes serviços prestados ao país por todos os magistrados, procuradores e policiais, representados neste ato pelas figuras do Ministro da Justiça Sérgio Moro e Procurador da República Deltan Dallagnol”.


Em suas redes sociais, Moro elogiou a atitude.

Bolsonaro; "Quero voto impresso e ponto final, nós queremos é transparência"

Bolsonaro; "Quero voto impresso e ponto final, nós queremos é transparência"






“Nós queremos é transparência”


"O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse em suas redes sociais, nesta sexta (12), que vai apresentar projeto de lei para tornar obrigatório o voto impresso no Brasil. Quando ainda era parlamentar, Bolsonaro apresentou a proposta ao Congresso, mas a mesma foi derrubada no STF. 


Pelo facebook, o presidente disse que vai trazer o projeto de volta às discussões. “Vou pressionar minha assessoria pra gente apresentar logo ao parlamento um projeto de lei do voto impresso. No meu entender, não justificou as críticas e a derrubada do projeto”, disse o presidente, e completou: “nós queremos é transparência. E o voto é importante”."


Globo se rende e em Editorial exalta o governo Bolsonaro com "MP da Liberdade Econômica"




Demorou! 


A Rede Globo e todas as suas ramificações, aos poucos vão se rendendo ao governo Bolsonaro. 

Em Editorial, "O GLOBO" perdeu a vergonha dos seus leitores, exaltou a Reforma da previdência e a MP da Liberdade Econômica. -Disse também que o país naufragou em grave recessão no biênio 2015/16. O grupo Globo, sabe o quanto a Reforma é importante para o crescimento do país.

Leia aqui;



"Editorial, O Globo - Agenda da retomada do crescimento

MP da Liberdade Econômica, aprovada na Câmara, é uma ajuda para destravar o país

Enquanto transcorre a inevitavelmente longa votação do projeto da reforma da Previdência, aumentam as referências em artigos e entrevistas a “outras medidas” destinadas a reativar a economia, à margem da proposta de emenda constitucional necessária para a realização de mudanças de fundo no sistema de seguridade.

A ansiedade é compreensível. O país naufragou em grave recessão no biênio 2015/16 (mais de 7% de queda do PIB), tendo estagnado já em 2014. Foi quando começaram os déficits nas contas públicas que persistem até hoje — cinco anos depois —, e ainda devem subsistir. Um longo período de contas fechadas no vermelho, e portanto de dívida em alta, funciona como um foco irradiador de desconfiança em relação ao Brasil, algo capaz de derrubar investimentos, como tem acontecido.

A reforma da Previdência constitui de fato pedra fundamental na construção de um ciclo de crescimento sustentado, para que os 25 milhões de desempregados, subempregados e desalentados consigam superar a tragédia da falta de trabalho seguro e de renda minimamente garantida.



É disso que se trata quando se defende a reforma da seguridade. O que não significa deixar de lado uma agenda de medidas para a microeconomia, capazes de atenuar de alguma forma os efeitos do marasmo econômico e já preparar o terreno para a fase de expansão que virá com o retorno da confiança e, em consequência, dos investimentos.

É parte desta agenda a Medida Provisória 881, chamada de MP da Liberdade Econômica, aprovada quinta-feira em comissão especial na Câmara. Pouco se falou dela, pois é natural que as atenções estivessem focadas na votação dos destaques apresentados no plenário da Casa, feitos para emendar a PEC da Previdência. Outro momento tenso, pois o que está em questão é a economia a ser feita com a reforma, ou seja, o tamanho do ajuste.

A MP vai para o Senado, onde se espera que receba tratamento especial, pelo seu conteúdo. Entre outras medidas de simplificação, de desburocratização, ela elimina a exigência de alvará para uma série de pequenos negócios: bares, cabeleireiros, manicures etc. Uma bem-vinda inciativa para reduzir o custo do empreendedor — e protegê-lo do fiscal desonesto. Será também simplificada a documentação para o transporte de cargas etc.

Ainda no campo do estímulo aos negócios, haverá reunião do Conselho de Política Monetária (Copom) no fim do mês, mais uma chance de o Banco Central cortar os juros, estacionados nos 6,5%. A redução da taxa básica (Selic) não se reflete de imediato nos mercados. Mas será um aceno positivo aos agentes econômicos que deverá se somar à aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara, sem desidratações desastrosas".

Moro, esposa e filha são aplaudidos em voo para os EUA




Sergio Moro, sua mulher Rosângela e a filha do casal embarcaram ontem à noite para os Estados Unidos.

A família Moro, relata Lauro Jardim, viajou de classe econômica e foi aplaudida no voo.



O apoio ao ministro da Justiça ocorre em meio aos ataques à Lava Jato e aos vazamentos de mensagens roubadas dos procuradores da força-tarefa.

-Moro, orgulho do Brasil, exemplo para os nossos filhos.




-A foto ao lado foi disponibilizada no Facebook do editor.

Um dos parceiros do editor flagrou o ministro Sérgio Moro e a mulher numa praia ensolarada, mas ele não a identificou, porque teme pela segurança do casal. Acontece que Moro viajou ontem para os EUA, para a Flórida, onde o verão começou para valer. Lauro Jardim, O Globo, diz que Moro e família foram aplaudidos pelos demais passageiros.


O ministro pediu uma semana de licença e viajou com a família para descansar.

Os lulopetistas ficaram eufóricos com a notícia, porque acham que ficaram livres do ministro, mas o presidente Bolsonaro, através do seu porta-voz, avisou o seguinte:

- Ele foi reenergizar para voltar mais forte.


O PT morreu, não aprova mais nada na Câmara, enquanto Bolsonaro cada dia mais forte

O PT morreu, não aprova mais nada na Câmara, enquanto Bolsonaro cada dia mais forte




Decididamente, o PT não tem mais força e muito menos influência sobre outros partidos de oposição na Câmara dos Deputados. Isso ficou claro nesta sexta, 12, no balanço final da votação de destaques no texto-base da reforma da Previdência Social.


O partido tentou emplacar três mudanças, mas não obteve sucesso. O plenário, formado em sua ampla maioria por aliados do Palácio do Planalto, rejeitou as iniciativas, com larga margem de votos.

1. Conseguiu apenas 156 votos favoráveis, contra 328, em destaque que pretendia manter o pagamento de pensões integrais em todos os casos, sem a aplicação das cotas por dependentes.


2. A segunda derrota foi na tentativa, também frustrada, de manter a regra de cálculo atual do valor da aposentadoria. A ideia foi rejeita por 346 votos a 131.

3. Finalmente, o terceiro destaque, que visava retirar da Proposta de Emenda à Constituição da Nova Previdência as novas regras de cálculo das pensões de servidores e trabalhadores privados, recebeu apenas 129 votos favoráveis e 340 contrários.
No amanhecer do dia, PF prende o criminoso que abastece The Intercept e Veja "O bandido já foi identificado"

No amanhecer do dia, PF prende o criminoso que abastece The Intercept e Veja "O bandido já foi identificado"




"No amanhecer do dia, PF prende o criminoso que abastece The Intercept e Veja, o bandido já foi identificado, não adianta se esconder"



A saída de Sergio Moro não será em vão, entenda.

Os criminosos serão presos antes que Moro volte da sua licença de 5 dias.



A Polícia Federal vai prender nas próximas horas o hacker criminoso que roubou dados sigilosos dos celulares de magistrados e procuradores, com ênfase para Sérgio Moro e Deltan Dallagnol.

O bandido já foi identificado.

Os dados roubados foram passados para o site The Intercept, que utiliza tudo a prestações, visando destruir a Lava Jato.



Com a prisão, o novelo escabroso de espionagem do jornalista estrangeiro americano Glenn Greenwald, forte ativista do Psol, será desenrolado e todos os envolvidos na trama serão presos.

Glenn Greenwald poderá ser deportado caso se confirme o que é mais provável: sua estreita aliança com os bandidos cibernéticos, o que caracterizaria organização criminosa

Cartão Ibicard Fácil não precisa de renda e é sem consulta ao SPC/Serasa

Cartão Ibicard Fácil não precisa de renda e é sem consulta ao SPC/Serasa




A cada dia, vemos mais opções de cartões de crédito no mercado brasileiro. Por isso, a Ibi investiu forte em produtos e serviços diferenciados no mercado financeiro. A empresa já tem 20 anos de história, iniciou com a C&A, e hoje faz parte do grupo ELOPAR, com sócios como Bradesco e Banco do Brasil. A empresa possui mais de 2 milhões de clientes no país e oferece diversos produtos diferenciados. Por isso conheça mais a proposta do cartão Ibicard Fácil.


Leia mais:

Cartão de crédito Daycred é sem anuidade e sem consulta ao SPC/Serasa.

6 Vantagens do cartão de crédito sem anuidade Ourocard Fácil do BB.

Cartão de crédito BMG é sem anuidade e sem consulta ao SPC/Serasa.

Cartão IbiCard Fácil
O cartão de crédito Ibicard Fácil não precisa de comprovante de renda. Até porque a proposta do cartão de crédito é de ajudar o usuário a poupar dinheiro e ter crédito para compras e parcelamentos.


Vantagens do cartão IbiCard Fácil
Pague em até 40 dias;
Parcelamento em até 12 vezes;
Parcelamento da fatura pode ser feito em até 18 vezes fixas.
Descontos para fazer exames em laboratórios conveniados;
Dois cartões adicionais grátis (compartilham o mesmo limite);
Fatura por email, limites de compra e saque pela internet via IbiOnline;

Você decide o seu limite de crédito;
Seu dinheiro irá render atrelado ao fundo de investimento CDB;
Não precisa comprovar renda e sem consulta ao SPC ou SERASA;
Pagamento de contas de água, luz, telefone, celular, entre outras, em até 3x sem juros em qualquer loja Ibi, inclusive nos finais de semana, ou no banco de preferência.
Limite de crédito é decidido pelo cliente?
O cliente decide o limite de crédito porque ele faz depósitos no fundo atrelado ao cartão, sendo que 90% do valor será o limite disponível para ele. A partir do momento que o usuário depositar mais, seu limite também aumentará.

CDB

O CDB do Ibi tem duração de 3 anos e a sua renovação é automática. O rendimento é de mais de 5% do que a poupança após 1 ano. O usuário deposita inicialmente, no mínimo, R$100,00 e depois, o valor mínimo é de R$ 20,00 e máximo de R$ 3.000,00.

É possível resgatar 90% do valor aplicado, entre o primeiro e o 12° mês do investimento. Após o prazo, o usuário já pode retirar 100% do valor total aplicado, mais os rendimentos com desconto e impostos (IR + IOF, se houver). O valor de resgate, no entanto, dependerá do saldo pendente em sua fatura.

Ou seja, o investimento que você fizer no cartão com os depósitos acabam sendo uma forma de garantir para a Ibi que você pagará os seus débitos.

Anuidade
O cartão Ibi tem anuidade mas ela é bem acessível: 10x de R$ 3,60 (R$ 36,00 no total).


Taxas
Taxa de juros: 6,90%;
Taxa de juros do saque: 7,20%;
Taxa de juros do parcelamento: 4,90%.
Renda mínima
Como dizemos anteriormente, você não precisa comprovar renda.



Considerações Finais
Portanto, o cartão Ibicard Fácil tem o foco em pessoas que não possuem uma forma de comprovar renda ou está com o nome sujo. No entanto, ele possui a proposta criativa de educar financeiramente quem não consegue se controlar com o cartão de crédito. As taxas de juros são bastante competitivas e abaixo da maioria dos cartões de crédito no mercado.


Gostou da dica?
Então, nos siga em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Para acompanhar os artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto das fintechs.

Fonte: Ibicard, creditooudebito.

Revista Forbes dos EUA, se rende ao Governo Bolsonaro; Para Wall Street, “o Brasil está de volta, baby!”






A revista Forbes dos EUA se baseou no forte e positivo desempenho da bolsa de valores brasileira. "O Brasil está de chorar ultimamente. Seu Índice Bovespa está superando a China"

Pouco antes do início da votação da nova Previdência, o colaborador senior da Forbes norte-americana, Kenneth Rapoza, assinou um texto com o seguinte título: For Wall Street, Brazil Is Back, Baby! Em bom português: Para Wall Street, o Brasil está de volta, Baby!


A Forbes se baseou no forte e positivo desempenho da bolsa de valores brasileira. “O Brasil está de chorar ultimamente. Seu Índice Bovespa bate todos os mercados emergentes. Está superando a China”, escreveu o analista.

Claro que o texto relaciona o desempenho da bolsa brasileira à expectativa pela aprovação da nova Previdência, que se daria no mesmo dia (ainda falta o segundo turno na Câmara e os dois turnos no Senado, fases consideradas mais fáceis). “Tudo isso graças a um projeto de reforma que já foi impopular e teve dezenas de milhares de manifestantes em pressão ao novo presidente para reformular o sistema de pensões públicas do Brasil”.


Escreve Kenneth: “No último mês, o iShares MSCI Brazil (EWZ) ganhou 7,5% contra apenas 2,24% para o benchmark MSCI Emerging Markets Index. Se você tivesse apostado US $ 10.000 no fim de semana de 4 de julho do ETF do Brasil, teria US $ 3.700 adicionais como ganho de 12 meses”.

Porém, o analista da Forbes lembra que a economia do Brasil ainda está frágil e que há muito a se fazer além da dita reforma. “Os bancos vêm reduzindo a expectativa de crescimento econômico. No entanto, os investidores estão negligenciando os fundamentos e apostando no bom andamento a partir de agora”.








Não foi de graça a aprovação da Reforma, Rodrigo Maia e Centrão "preparam Golpe" contra governo Bolsonaro e o povão




"Golpe em andamento"


A aprovação da Reforma da previdência não foi de graça, o preço foi muito caro.


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já trabalha nos bastidores para tentar escantear e neutralizar o governo de Jair Bolsonaro. O acordo foi, "todo mundo vota na Reforma, depois no Parlamentarismo".

O parlamentarismo, sistema rejeitado pela população duas vezes e discutido durante a reforma política proposta pelo ex-presidente Michel Temer, voltou a tomar os corredores do Congresso. Primeiro, com as derrotas do governo Bolsonaro no início do mandato, e agora, depois da vitoria do governo Bolsonaro com a Previdência, embora Maia não admita.



Segundo a folha de S. Paulo, ao concluir a missão que tomou como pessoal, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), enviou recados explícitos ao Planalto. No discurso que selou a aprovação em primeiro turno da reforma da Previdência, enalteceu o Parlamento, os partidos, seus líderes, a oposição e o STF. Tudo o que o bolsonarismo abomina. Nenhum aliado dele crê que o governo vá dividir os louros da vitória. Por isso, a fala foi vista como o anúncio de que a Casa, agora, tem uma agenda para chamar de sua.



As linhas gerais dos próximos passos do Congresso foram delineadas também no discurso de Maia: reforma tributária e administrativa. Os detalhes desse macroprojeto serão alinhavados no recesso. Maia e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), vão dedicar boa parte do período a isso.

- A sociedade tem que ficar em alerta, ativar as turbinas da moralidade, da coerência, da verdade e continuar as manifestações em favor de um novo Brasil. - O Brasil não pode parar! -nunca mais. 

Bolsonaro reage,  o STF está destruindo a Família

Bolsonaro reage, o STF está destruindo a Família





"Fala do presidente inquietou o Supremo"



O presidente Jair Bolsonaro afirmou que indicará um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal (STF), pois, para ele, a busca pelo “resgate dos valores familiares” deve estar presente em todos os poderes do país. “Entre as duas vagas que terei para indicar para o Supremo um deles será terrivelmente evangélico”, disse, durante sua participação em um culto da bancada evangélica na Câmara dos Deputados, nesta quarta (10).






Supremo terá evangélico para resgatar família

No mês passado, ao criticar a decisão do STF de criminalizar a homofobia como forma de racismo, Bolsonaro já havia sugerido a indicação de um evangélico para a Corte. Até 2022, o presidente da República poderá indicar nomes para pelo menos duas vagas, que serão aberta com a aposentadoria compulsória dos ministros Marco Aurélio e Celso de Mello.

Bolsonaro elogiou a atuação dos parlamentares evangélicos nos últimos anos. 


Vocês sabem o quanto a família sofreu nos últimos governos. Vocês foram decisivos na busca da inflexão do resgate dos valores familiares”, disse. “Quantos tentam nos deixar de lado dizendo que o Estado é laico. O Estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou para plagiar a minha querida Damares, nós somos terrivelmente cristãos”, disse, em referência à declaração da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.



-No entendimento do presidente, o STF está sacrificando a família, então, é preciso resgatar os direitos da família brasileira, indicando um ministro evangélico.  - Bolsonaro está certo!

O drible de Moro nos deputados "Senadores aprovam criminalização de caixa dois com texto de Moro"





"Deputados emperram o projeto anticrime, lá no Senado avança" 



A criminalização do uso de caixa dois em campanha eleitorais foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. A proposta é uma das medidas do pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, no início do ano.



O texto aprovado nesta quarta-feira, 10, por 17 votos a dois é idêntico ao que passou pelo plenário do Senado dentro do pacote das “Dez Medidas Contra a Corrupção”, que estabeleceu também regras para punir penalmente juízes e procuradores acusados de abuso de autoridade.

O projeto de lei (PL) determina prisão de dois a cinco anos para quem for condenado por “arrecadar, receber, manter, movimentar ou utilizar” recursos financeiros não declarados na prestação de contas de campanha.



Como o PL é terminativo, ou seja, não precisa ser aprovado em plenário, a proposta deve ser encaminhada à Câmara antes do recesso, caso nenhum senador apresente recurso em cinco dias.



Diferentemente da Câmara, onde o pacote está sendo analisado por um grupo de trabalho, no Senado, o texto original do ministro Sergio Moro foi dividido em três partes. Além do caixa dois, ainda está em discussão as alterações nos códigos Penal e de Processo Penal, relatado pelo senador Marcos do Val (Cidadania-ES) e projeto de lei complementar que determina que o julgamento de crimes comuns conexos ao processo eleitoral seja realizado pela Justiça comum, relatada pelo senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

-Moro sabe muito bem o que faz.

The Intercept insinua que a Lava Jato mandou matar Teori Zavascki



A assessoria de imprensa do jornalista estrangeiro americano Glenn Greenwald, do site The Intercept, mandou e-mail ao editor, ainda há pouco, insinuando o seguinte:

A Lava Jato mandou matar Teori Zavasck

Diz o press release do site americano:



- Uha, ahu, o Fachin é nosso”, comemorou Dallagnol nos chats vazados após conversa de 45 minutos com o ministro no momento de troca do relator, depois da morte de Teori. Além de imaginarmos o procurador fazendo um gesto “hang loose” com a mão, exultante com a “saída” de cena de um opositor que se tornava perigoso, essas revelações nos fazem relembrar as anomalias e sincronismos daquele momento.



O filho de Teori sabia das ameaças

O pessoal do site do jornalista estrangeiro americano usa o nome do filho Teori, Francisco, para insinuar que ele sabia de tudo:

- Desde 2016, o filho da Teori, Francisco Zavascki, alertava em seu perfil do Facebook sobre ameaças que a família vinha sofrendo. Confirmado pelo jornal Folha, em que ele relatava que a família estava seriamente preocupadas pelas ameaças telefônicas.

The Intercept tem uma equipe de jornalistas que abastecem a mídia com informações mentirosamente distorcidas sobre o que publica. Com informações do jornalista políbio braga.

Daniel Alves em defesa de Bolsonaro manda recado direto a Tite, "Respeite o presidente"

Daniel Alves em defesa de Bolsonaro manda recado direto a Tite, "Respeite o presidente"






"Direto ao ponto"


Inúmeros jogadores da Seleção Brasileira defenderam a presença do presidente Jair Bolsonaro na comemoração do título da Copa América.

A celeuma veio a tona em função da reação pouca amistosa do técnico Tite. Tido como simpático ao PT e defensor do ex-presidente Lula, Tite teria se mantido um pouco arredio com a presença e participação entusiasmada de Bolsonaro, compartilhada efusivamente pelos jogadores.
E coube justamente ao capitão da seleção, o craque Daniel Alves mandar um recado que pareceu claramente dirigido ao técnico Tite.




O presidente é a maior autoridade do seu país. Como cidadão brasileiro, tenho que respeitar o presidente da República. Se gostam ou não gostam, não é o lugar de opinar. Porque ele foi eleito pelo povo. Ele não comprou o direito de ser presidente. As pessoas votaram. Eu desejo que ele melhore o nosso país, aumente a esperança dos nossos cidadãos. E as pessoas saibam que o respeito é o princípio de tudo.”

-Tite deveria dormir sem essa. 

Lideranças do PT vão pedir que Greenwald do Intercept pare de atacar Sergio Moro, "Quanto mais bate no Moro, mais ele cresce"

Lideranças do PT vão pedir que Greenwald do Intercept pare de atacar Sergio Moro, "Quanto mais bate no Moro, mais ele cresce"






"Efeito Bumerang"



Depois de quatro semanas de bombardeio, Sergio Moro é reprovado por apenas 20% dos brasileiros, segundo o Datafolha.

João Marco Cunha, em O Globo, comentou:


“No frigir dos ovos, apenas uma parcela ínfima da população trocou de lado. Moro continua ministro, e Bolsonaro segue ostentando a faixa verde e amarela. Poder-se-ia concluir, então, que o tiro da bala de prata de Greenwald falhou. Mas, na verdade, ela saiu pela culatra.

O vazamento exposto em ‘The Intercept’ serviu como novo impulso à polarização nacional, que vinha arrefecendo desde as eleições. Os lulistas viram a materialização incontestável do golpe que eles sempre denunciaram, enquanto os partidários da Lava Jato viram o perigo de um retrocesso no combate à corrupção.

O acirramento do clima de Fla-Flu favorece o presidente Jair Bolsonaro, que foi quem melhor se aproveitou desse ambiente durante o período eleitoral. A ameaça vinda do inimigo comum ajuda a manter unida a base que o elegeu, a despeito de divergências que ficaram claras nos primeiros meses de governo.”

É o efeito Verdevaldo.


-Entre lideranças do PT, o ânimo murchou, a ideia agora é pedir ao Verdevaldo que comando o site pirata, que pare de atacar Sergio Moro, "quanto mais bate no ministro da justiça, mais ele cresce e fortalece o governo Bolsonaro". 

E mais; 





A esquerda constrói o maior adversário de todos os tempos, "Sergio Moro"

- O PT, já está escanchado no Psol.
Deltan Dallagnol, não vai perder seu tempo, "não irei ao Congresso falar sobre mensagens roubadas de forma criminosa"

Deltan Dallagnol, não vai perder seu tempo, "não irei ao Congresso falar sobre mensagens roubadas de forma criminosa"





Chefe da força-tarefa da Lava-Jato, Deltan Dallagnol, enviou comunicado ao Senado e à Câmara nesta segunda-feira informando que não irá ao Congresso para falar sobre as mensagens vazadas do seu aplicativo Telegram. Veja o que escreveu Deltan:


O Congresso Nacional é uma das Instituições mais relevantes em nossa democracia e corresponsável pela definição dos rumos do país, como um dos poderes da República. Como membro do Ministério Público, Instituição essencial à Justiça, tenho por função constitucional desempenhar trabalho de natureza técnica perante o Judiciário, outro poder, situação distinta daquela de agentes públicos vinculados ao Poder Executivo. Esse trabalho técnico consiste em investigar fatos e buscar a aplicação da lei penal de modo eficiente e justo, de acordo com a Constituição e com as leis, atividade funcional sujeita à apreciação do Poder Judiciário.

Diante disso, muito embora tenha sincero respeito e profundo apreço pelo papel do Congresso Nacional nos debates de natureza política que realiza e agradeça o convite para neles participar, acredito ser importante concentrar na esfera técnica minhas manifestações sobre mensagens de origem criminosa, cuja veracidade e autenticidade não reconhecemos, e que vêm sendo usadas para atacar a Operação Lava Jato.”

-apoiado!






Bombando na WEB